Cap 5 - MICELÂNEA

A Bíblia O Velho Testamento

Hebreus 4.12; Romanos 15.4

A Bíblia é inexausta, profunda em significado, incomparavelmente exata, curta mas cheia, verdadeira em todos os detalhes, e assim viva, sempre atual, harmoniosa com os dias de hoje, mesmo sendo completada há mais de 1.900 anos.

Aqui tem história, biografia, estória, dramas, poemas, profecias, parábolas, filosofias, leis, letras, ciências e canções. Para produzi-la foram usados reis, fazendeiros, mecânicos, cientistas, advogados, um médico, pescadores, ministros, sacerdotes, publicanos, uns ricos, uns poderosos, uns da cidade e uns do campo. Assim a Bíblia toca todas as experiências do homem.

I. INTRODUÇÃO – 2 Tm 2.15 do pecado, pode ser

A. Tema: Como o homem, separado de Deus por causa restaurado ao favor e à comunhão com Deus pelo Seu Filho.

B. Dados gerais

40 - 44 escritores diferentes. 1.200 anos é o tempo que se levou para fazer toda a Bíblia

66 livros: são 39 no Velho Testamento e 27 no Novo Testamento. A palavra Testamento significa contrato. A Bíblia é o único livro inspirado – 2 Tm 3.16; 2 Pe 1.21

C. Doutrina é importante

Mt. 7.28,29 - "se admirou da sua doutrina"
Lc 16:31 - "se não ouvem a Moisés e aos profetas, tão pouco acreditarão, ainda que alguém dos mortos ressuscite."

II. VELHO TESTAMENTO – 1 Co 10.11; Lc 24.27,44
Rm 15.4, "Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança."
A. PENTATEUCO - (Torá para o Judeu) Cinco primeiros livros - LEI
Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio

1. Gênesis

Tema: Começo

Autor: Moisés

Assuntos tratados: O mundo e tudo que nele há; o entendimento dos atributos de Deus, o pecado e as suas manifestações; o julgamento; a salvação e a profecia de Cristo, os patriarcas e a nação judaica - Abraão, Isaque, Jacó, Esaú, José, 10 tribos

2. Êxodo

Tema: Saída

Autor: Moisés
Assuntos tratados: Moisés, a Páscoa, a Saída do Egito, A Lei dada (cap. 20), o tabernáculo no deserto e a adoração de Deus

3. Levítico

Tema: Lei, Levitas

Autor: Moisés

Assuntos tratados: a redenção do homem pecador (como ser feito limpo) Cap. 1-16; o serviço ao Senhor em santidade (como viver limpo) Cap. 17-27

4. Números

Tema: Linhagem, genealogia

Autor: Moisés

Assuntos tratados: Foi depois da saída de Egito, foi dada a lei e o serviço dos levitas. A peregrinação começa até chegar ao Rio Jordão.

5. Deuteronômio

Tema: Segunda Lei

Autor: Moisés

Assuntos tratados: o resumo dos outro quatro livros do pentateuco com lições espirituais, a preparação para entra na terra prometida. SERVIR O SENHOR. Moisés discursa e Moisés morre.

B. História - 12 livros - As Ações do Povo de Deus

Josué, Juízes, Rute, 1 Samuel, 2 Samuel, 1 Reis, 2 Reis, 1 Crônicas, 2 Crônicas, Esdras, Neemias, Ester

1. Josué

Tema: Conquista

Autor: Josué (24.26) e outros santos (24.29-33).

Tempo: Cobre, aproximadamente, uns 110 anos

Assuntos tratados:

Moisés morreu (fim de Deuteronômio)

Josué guia o Povo – 1.1-9

Capítulos 1-12 - Conquistar a terra prometida. Quase completa

Capítulos 13-24 - Divisão das tribos. Cada um resiste e limpa a sua terra.

Referências em outros livros: Sl 44, 68,78,104; At 7.45; Hb 4.8,9

2. Juízes

Tema: Rebeldia e Desobediência trazem Castigo e Arrependimento e Obediência traz Bênção

Autor: Samuel (?)

Tempo: Relata, aproximadamente, uns 400 anos

Assuntos tratados:

Juízes - magistrados militares e civis, mas Deus era o Rei.

Morte de Josué até à época de Eli e Samuel. 13 juízes.

Das tribos novas até se formar uma monarquia

Sete ciclos completos no livro. Cada ciclo envolvia:

1. Geração piedosa

2. Apatia espiritual

3. Apostasia plena Exemplo: Jz 2.7-23

4. Castigo de Deus (opressão)

5. Libertador (Juiz) dado por Deus

Referências em outros livros de eventos ou pessoas em Juízes:

1 Sm 12.9-11; 2 Sm 11.21; Sl 78.61-64; 83.11; Is 9.4; 10.24;

At 13.20; Hb 11.32.

3. Rute

Propósito: Os Antepassados do Davi

Autor: Samuel (Tradição)

Tempo: Relata, aproximadamente, uns 10 anos, provavelmente, durante o tempo dos juízes. (talvez durante o tempo de Gideão).

Assuntos tratados:

A história da vida normal de uma família durante a época dos juízes.

Uma mulher procurando "descanso" (1.9; 3.1) - casamento.

A História de amor; de uma mulher e sua sogra.

Tradição - Lida no fim da safra, a Páscoa.

Cristo - O Redentor voluntário do teu povo. A Igreja é a Sua noiva.

- Os estrangeiros podem ser redimidos..

- Pela escolha, determinou seu fim: Orfa à obscuridade. Rute à nobreza. Referência: Mt 1.5

4. 1 Samuel

Tema: Bênção Verdadeira Vem Com Espiritualidade Pura

Autor: Samuel; Natã e Gade ( 1 Cr 29.29).

Tempo: Fala dum século da história da nação de Israel

Palavra Chave: Orar. 12.23

Assuntos tratados:

Os eventos que culminaram com a instituição da nação - Rei, Monarquia.

As vidas de Samuel (1-25), Saul (8-15), e Davi (16-31)

A grandeza das personagens dependia da sua obediência.

Uma prova de inspiração é notada pois o livro fala não só das vitórias, mas das derrotas morais do autor.

5. 2 Samuel

Tema: A Conseqüência do Pecado É Ampla

Autor: Natã e Gade (1 Cr 29.29)

Tempo: Os 40 anos do reino de Davi

Assuntos tratados:

O estabelecimento do Reino

Fala muito do Rei Davi

Cap. 1-10 - Crescimento de Davi

Cap. 11-20 - Os problemas de Davi

Cap. 21-24 - Os últimos anos de Davi

Cap. 24:20-25 - O lugar do Templo

Duas lições morais:

1. O pecado na vida do crente custa caro.

2. Pecado pode ser perdoado, mas mesmo assim, também é castigado em vida.

Inspiração – 2 Sm 23.2

Os Salmos poderiam ser escritos durante o tempo de 1 e 2 Samuel

6. 1 Reis

Tema: O Relatório Histórico que mostra a mão providencial de Deus no Estabelecimento da Nação de Israel

Autor: Jeremias (Segundo a tradição e a Talmude. O Talmude contém o Pentateuco com explicações de comentaristas do III e do IV século)

Tempo: Os 125 anos da História de Israel (Norte) e Judá (Sul).

Nota: Estes dois livros, 1 Reis e 2 Reis, eram antes, um livro só. Quando a Septuaginta (a tradução do Velho Testamento em grego) foi feita, o conteúdo faria que um rolo só seria pesado demais. Então foi divida em dois.
Assuntos tratados:

O desenvolvimento do reino de Deus pelos reis

O reinado divide-se em dois reinados:

Norte - 10 tribos - Israel - Rei Jeroboão, filho de Nebate.

Sul - 2 tribos - Judá - Rei Roboão, filho de Salomão.

Relatório cronológico dos acontecimentos nos dois reinos paralelamente

Cada rei é comparado com dois reis anteriores

Davi - Fiel à aliança

Jeroboão - Menosprezando a aliança

História de Israel com Jeová como o rei invisível

7. 2 Reis

Tema: O Relatório Histórico que Mostra a Mão Providencial de Deus no Estabelecimento da Nação de Israel

Autor: Jeremias - Ed 1:1; 2 Cr 36:22 (Segundo a Tradição e o Talmude)
Assuntos tratados:

Preserva um relatório das vidas de 27 reis de Israel e de Judá

O fim da reportagem sistemática da história da nação de Israel.

A linhagem de Davi preservada por escrito.

Deus visto como sendo longânimo, mas firme para efetuar o propósito eterno.

Doze livros (+ ou -) dos profetas eram escritos durante do período destes dois livros de 1 e 2 Reis:
À Nínive - Jonas

À Israel - Amós, Oséias, Joel

À Edom - Obadias

À Judá - Isaías, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Jeremias, Malaquias, Zacarias, Ezequiel

Também durante esta época, foram colocados na sua forma presente os livros de Provérbios. Eclesiastes e Cantares de Salomão.

O gráfico abaixo pode nos ajudar a visualizar esta época:

     
Data da Divisão do Reinado
 
1095 a. C.     975 a. C. Israel - Norte * cativos pela Assíria em 721 a. C.
Saul Davi Salomão    
      975 a. C. Judá - Sul * cativos pela Babilônia em 586 a. C.

8. 1 Crônicas

9. 2 Crônicas

Tema: De Rei Saul até Rei Nabucodonosor

Autor: Esdras (Tradição)

Tempo: 500 anos da história do povo de Deus

Assuntos tratados:

Repetição dos fatos nos livros de Samuel e Reis

Mostra a mão divina atrás dos acontecimentos históricos

No reinado dividido, as ações e responsabilidades dos sacerdotes e as suas linhagens.

Até o cativeiro dos dois pela Assíria e Babilônia – 36.20

10. Esdras

Tema: Os Judeus Voltam para Jerusalém da Babilônia

Autor: Esdras (Porque fala muito dele, na primeira pessoa [8.15], o Rei falando a ele diretamente [7.14])

Tempo: 80 anos

Assuntos tratados:

A mão de Deus nos reis para fazer a Sua vontade, Pv 21.1

Essas passagens foram escritas em Aramaico antes de Esdras, mas talvez colecionada por ele no livro: 4.8-6.18 e 7.12-26

Restauração da nação de Judá à sua terra em Cana
Primeira viagem 50.000 Judeus vem com Zorobabel a Cana.

Segunda viagem, 58 anos depois, Esdras traz um grupo.

Lição para aprender: Quando o povo tinha relação reta com Deus em obediência, Ele abençoou todos os ramos da vida: religiosa, social e civil.
Durante esta mesma época -
Buda ensinou na índia - 563-483 a.C.

Confúcio ensinou na China - 551-479 a.C.

Sócrates filosofou na Grécia - 470-399 a.C.

11. Neemias

Tema: Reconstrução dos Muros de Jerusalém e o Desenvolvimento do Governo Civil na Palestina.

Autor: Neemias
Tempo: 12 anos da Historia dos Judeus (até o reino do Dario)

Escrita entre 424-395 a.C.

Palavras Chaves: "orar" 1.4 "trabalhar" 6.3

O último livro histórico do Velho Testamento escrito cronologicamente. O livro de Ester tem acontecimentos que precederam este livro em 30 anos.

O Governo de Palestina que Neemias desenvolveu continua em grande parte até hoje em Israel.

Assuntos tratados:

A reconstrução dos muros e o governo desenvolvidos por ele preparou a cidade e o país para o Novo Testamento.

Pode ser vista a separação racial e religiosa do povo Judeu que existe até hoje. Por exemplo, cap. 13 ensina de ser separados do mundo.

A mão de Deus com seu povo obediente é vista. 9.19

O povo tenta colocar o Senhor como primeiro nas suas vidas.

12. Ester

Tema: As Lutas Vitoriosas dos Judeus Dispersos

Autor: Mardoqueu

Tempo: 12 anos. Talvez durante os 58 anos entre as duas viagens de volta à Jerusalém que Esdras relatou.

Versículo chave: 4:14 "e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?" A mão providencial de Deus vista.

Veio uns 30 anos antes de Neemias. Pois sem Ester, não teria um Neemias nem a restauração que ele relata.

Não consta a palavra "Deus" no livro, mas a Sua mão gloriosamente se vê. Os escritos foram tomados da biblioteca dos Assírios que não aceitavam nem a Jeová e nem aos Judeus.

A origem da Festa de Purim (9.20-32). Ester mostra que só o que a lei de Moisés dita pode ser observado ou o que a história conclua que é fato.

A mão de Deus preserva Seu povo, assim segurando a linhagem da semente de Abraão para o Messias.

Não pode fazer o erro numa maneira aceitável a Deus.

Virtude, fidelidade, perseverança no bem, e confiança em Deus são lições deste livro.

C. Poéticos - 5 livros - Sabedoria Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cantares de Salomão

Essa seção descreve as experiências do Povo de Deus.
É poesia, mas poesia hebraica, baseada nas seguintes maneiras com exemplos:

Repetição (Sl 25.4)

Contraste (Sl 1.6)

Elaboração de idéias (Jó 11.18)

Trata de problemas práticos (Provérbios) questões morais e espirituais (Salmos), materialismo, fatalismo, pessimismo (Eclesiastes) e sofrimentos dos justos (Jó).

1. Jó

Tema: Fé não depende das circunstâncias externas, nem de explicações mas no Deus onipotente e onisciente
Autor: Desconhecido, provavelmente Jó (19.23,24), Elihu (32.15,16) ou Moisés.

Tempo: escrito entre 2.583-2.058 a.C.

Jó mencionado como pessoa histórica. Ezequiel 14.14,20.

Não é parábola, mas história real. Trata de pessoas, lugares e acontecimentos reais. Citado em: Ez 14.14; 1 Cr 3.19; Tg 5.11

No cânon do Velho Testamento, o primeiro livro da sabedoria é Jó com Provérbios e Eclesiastes seguindo.

Encaixa na cronologia depois do dilúvio (Gn 10) e antes de Abraão (Gn 12) pelas seguintes razões:

Ausência da menção da lei, do povo de Israel, tabernáculo ou templo.

Referências geográficas do livro.

Sua vida longa (igual à antes dos patriarcas)

A maneira de revelações; visões, sonhos ao gentil.

Mostra o grau de revelação do conhecimento de Deus mesmo antes das Escrituras serem concedidas.

Nos ensinam conceitos sobre Deus, Satanás, o homem, justiça, redenção e a ressurreição

Vejamos a verdade pelo livro que Deus não se explica, se aceita pela fé
Deus se mostra apresentando Sua sabedoria e Seu poder. Agora se vê tudo isso em Cristo - 1 Cr 1.30; Hb 1.1-3

Passagens importantes: 12.15; 19.25; 33.23,24

2. Salmos - Lucas 24.44

Tema: Vários

Autores: Davi - 73 salmos; Asafe - 12 salmos; Filhos de Coré - 11 salmos; Salomão - 2 salmos; Moisés - 1 salmo; Etã - 1 salmo. 50 salmos estão sem nome. Davi, "O suave em salmos de Israel" 2 Sm 23.1

Tempo: 1.000 a.C.

Metade dos salmos são orações de fé.

40 salmos são dedicados ao louvor (Ex.: 100,103)

16 salmos são messiânicos: 2, 8, 16, 21, 22, 40, 41, 45, 68, 69, 72, 102, 109, 110, 118, 132

No Salmo 45.6 Messias é Deus

No Salmo 110 Messias é O Sacerdote, Rei e Senhor do Davi

No Salmo 2 Messias é O Filho de Deus

Expressam verdades sentidas na profundeza do coração.

A poesia nos Salmos é mais repetida, apresentada em cláusulas paralelas (Ex.: 103.10)

Os Salmos foram escritos, na sua maior parte, durante os dias bons de Israel. Só alguns foram escritos durante o cativo (Ex.: 137).
Passagens no Novo Testamento sobre os salmos: Mt. 22.43,44: At 1.16; 2.25. Assim mostra a sua inspiração.

3. Provérbios

Propósito: Pv l.2-7

Autor: Salomão, o sábio (1 Rs 4.29-34; 10.24), Pv 1.1, Mais poemas de Agur (cap. 30), Lemuel (cap. 31). Foram compilados pelos escribas de Ezequias (25.1).

Tempo: Talvez escrito durante o tempo de Ezequias 1.015-975 a.C.

Um provérbio é uma parábola condensada

Uma parábola é um provérbio ilustrado

Cap. 1-9 - Uma preparação para receber os provérbios. Exortação para receber os que seguem. Uma introdução.

Cap. 10-31 - Os preceitos de Sabedoria: os provérbios.

10-22 - paralelos

22.17-24:34 - Admoestações

25-29.27 - provérbios

30,31 - Conclusão

Tudo nos proporciona uma prova valiosa de conduta pessoal.
Mostra o positivo e o negativo.

Jesus aconselhou (Mt 10.16), "prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas."

Os provérbios são o adorno do Velho Testamento

Salomão existiu 500 anos antes dos sete sábios da Grécia e 700 anos antes de Sócrates, Platão ou Aristóteles, então Salomão não dependia nos escritos dos outros, mas sim de Deus.

4. Eclesiastes

Tema: O Caminho - Felicidade Verdadeira

Autor: Salomão (1.1) Provavelmente escritos durante a sua idade avançada.

Depois das construções do templo que levou 20 anos. 1 Rs 9.10.

Depois das várias experiências de procurar alegria perene.

Depois do arrependimento de perder tempo no que não prestava.

Lição: Felicidade verdadeira é no temor do Senhor e na obediência às suas leis. Isso para o contentamento agora e segurança para o bem eterno.

5. Cantares de Salomão

Tema: O Amor Mútuo de Cristo e Seu Povo.

Autor: Salomão (1:1), provavelmente durante a sua vida Jovem.

Tem quatro pessoas ou grupos de pessoas mencionadas:

1. Noivo

2. Noiva

3. Os amigos do noivo

4. As amigas da noiva

Veja estas passagens em conjunto com este livro: Is 54.5-8; 62.5; Os 2.16-20; Mt 9.15; 2 Co 11.2; Ef 5.23
É difícil marcar o começo e termino da conversação de cada um. As pessoas principais podem ser Cristo e a Sua Igreja, Cristo e os crentes, Deus e Cristo, etc. Têm que usar a sua imaginação e prudência para entender tudo.

O livro é parecido com Salmos 45.

D. PROFÉTICAS/PROFECIA - Lc 24.44; 2 Pe 1.20,21

Dezessete livros, 5 maiores [Isaías, Jeremias, Lamentações de Jeremias, Ezequiel, Daniel] e 12 menores [Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias, Malaquias].

Talvez os "menores" pregaram tanto quanto os "maiores". Só não escreveram tanto quanto eles.

Dos menores, nove profetizaram antes do cativeiro, e três, os últimos, depois do retorno.

Os Profetas:

Professores do povo de Deus eram de dois tipos:

1. Ordinário - Levitas, sacerdotes, Juízes

2. Extraordinário - Profetas

Profetas antigamente eram chamados "videntes" 1 Sm 9.9. Este é um que pode ver primeiro o que deve falar, e depois falar o que tem visto.

Ser profeta significa falar antes que acontecer. Este poder veio de Deus pois o homem, em si, não tem este poder. O Propósito do profeta era de falar com autoridade, em confirmar a fé, avisar de julgamento e dar conforto e instrução

Profecia definida: "A declaração da presciência de Deus, olhando em qualquer distância pelas causas infinitas não determinadas ou determinadas para um efeito segura e infalível." Dr. Grew, Matthew Henry Commentary.

A profecia mostra a divindade de Deus, Is 46.9,10.

A Seção Profética:

Os preceitos cerimoniais eram deixados de lado, na maioria dos casos, e isso mostra como Cristo, nos Evangelhos, tem superioridade da lei de Moisés.

Prediz os acontecimentos de Cristo, Seu reino, a Sua redenção pela graça tanto que mostrou que a lei seria cumprida em Cristo. Então, por Cristo ser visto como superior da lei de Moisés e pelo fato que a lei seria cumprida em Cristo, convém que a seção profética venha entre a Lei e os Evangelhos.

1. Isaías

Tema: O Evangelho no Velho Testamento

Tempo: 760-680 a.C.

Autor:

Nome significa "Salvação é Jeová"

A chamada para o ministério, 6.1-13

Livro: Primeira parte, cap. 1-39 - reprovações pelo pecado do povo; avisos de julgamento. Igual ao tratamento dos Evangelhos do Novo Testamento: 1) Fim do pecado e 2) Salvação em Cristo.
Segunda parte, cap. 40-66 - palavras doces, confortáveis.

Chamada o "Quinto Evangelista" por causa de tantas referências ao Cristo, Sua Pessoa (9.6), atributos (7.14; 11.1-5), sofrimentos (53.1-12) e salvação (55.1-9). Ocupa-se de quase todas as doutrinas cardinais na escala de teologia.

Tem mais citações no Novo Testamento de Isaías de que qualquer outro profeta.

Acompanha o reinado do Sul (1.1) 736-711 a.C.

2. Jeremias

Tema: Servi Ao Senhor!

Tempo: 625-586 Ac

Autor: Nome significa "Exaltado por Deus"
A Chamada 1.1-10

Foi profeta durante grande rebeldia do Povo para a idolatria, antes do cativeiro de Judá.

Chamado o 'Profeta Chorão' por sentir tão profundamente o peso do julgamento que Deus enviava sobre os pecados do povo. Mesmo profetizando castigo divino, angustiou-se pelo povo.

Seu caráter e sua vida são mais conhecidos do que qualquer outro profeta.

Sofonias e Habacuque profetizaram na mesma época de Jeremias.

O Livro: Enquanto o povo obedecia, eram abençoados.

Quando o povo desobedecia, eram castigados. A maior parte do livro trata com a desobediência do povo.

A mensagem era que só podiam ser aceitos por Deus se fossem redimidos por Cristo que viria no Novo Testamento. É a mesma mensagem de hoje.

Este livro é muito pessoal.

3. Lamentações de Jeremias

Tema: Os Sofrimentos de Jerusalém em 586 a.C.

Tempo: 588 a.C.

O Livro: Descreve a angústia que o pecado traz, em cinco lamentações. O crente tem, neste livro, a linguagem da sua própria confissão: auto-humilhação e invocação para perdão.

4. Ezequiel

Tema: A Glória de Deus em Juízo e Salvação.

("e sabereis que Eu Sou o SENHOR" 39 vezes no livro.)

Tempo: 595-574 a.C.

O Autor:

Nome significa "Deus Fortaleça"

A Sua chamada 1.1-3; 2.1,2.

Foi levado para a Babilônia em 597 a.C.

Exerceu o ministério profético durante uns 22 anos (1.2; 29.17)

Obadias e Jeremias vivem, também, neste mesmo período.

O Livro:

Durante o exílio em Babilônia

Muito organizado

Cap. 1-24 - acusação e condenação de Israel

25-32 - Discursos às nações vizinhos:

- castigo a perversidade

- serão destruídos para não impedir os futuros planos

33-48 - Deus, em misericórdia tem planos futuros para Israel.

Tem formas mais ousadas e estranhas de revelações do que qualquer outro livro profético do Velho Testamento. Por isso, difícil são as suas interpretações.
Correspondia à última parte de 2 Crônicas.

5. Daniel

Tema: A Soberania de Deus (2;47;4:37;6:26)

Tempo: 606-534 a.C.

O Autor: Nome significa "Deus é Meu Juiz"

O Livro: Escrito 600 anos antes de Cristo

Um companheiro ao livro de Apocalipse

Foi escrito no cativeiro de Judá, em Babilônia.

Cap. 1-6.28 - Seis conflitos morais entre Daniel e seus três companheiros. Retido ganhando cada vez.
Cap. 7-12 - A mão de Deus controlando o decorrer da história

6. Oséias

Tema: Amor Redentor

Tempo: 768-720 a.C.

O Autor:

Nome significa "Libertação" ou "O Senhor Salva"

Escreveu com precisão e com provérbios (curtos mas cheios de significação)

Profetizou às dez tribos numa época muito depravada

Vivia na mesma época de Amós em Israel e de Isaías e Miquéias em Judá

Judeus consideram que ele profetizou quase 80 anos

O Livro:

Escrito antes de Ezequias e Jeremias

Antes do cativeiro

Sua obra era descobrir o pecado e avisar dos julgamentos de Deus contra um povo obstinado.

Há interligação de referências com Ezequiel e Jeremias mostrando a confraternidade entre eles e a operação do mesmo Espírito em todos. Compara as seguintes referências: Jr 7.34; 16.9 25.10 e Ez 26.13 com Os 2.11

Como uma mulher prostituta, quando se casa e gera filhos, ainda quer o pecado, assim é o povo de Deus para com pecado 1.3; 2.2.

Como um esposo longânimo, apela pelo arrependimento oferecendo perdão e misericórdia à sua esposa pecaminosa. 2.14-23.

Assim Deus apela ao Seu povo, a quem escolheu e ama.

Referências no Novo Testamento: Rm 9.25,26 (Os 1.10 2.23)

7. Joel

Tema: Dia do Senhor (1.15;2.1,11)

Tempo: 720 a.C.

O Autor:

Nome significa "O Senhor (Jeová) é Deus"

Vivia, provavelmente, no mesmo tempo de Amós em Israel (10 tribos)

Profeta à Judá (2 tribos)

O Livro:

Os castigos de Deus pedem submissão do Seu povo a Ele, o Deus.

Os acontecimentos descritos podem ser interpretados literal e espiritualmente.

Tudo o que Deus faz acontecer na terra, prepara-a para o futuro dia do Senhor.

Referências no Novo Testamento: At 2.16-21; Rm 10:13 (Jl 2.28-32)

Mt 24.29-31; Lc 13.24-27 (Jl 3.15,16)

8. Amós

Tema: Julgamento do Pecado

Tempo: 787 a.C.

O Autor:

Nome significa "Levar um Fardo"

Trabalhava como pastor de ovelhas 1.1

Um profeta para o reinado do norte durante o tempo do Rei Jeroboão II e para o Reinado do sul durante o reinado de Uzias.
Fala abertamente a Palavra de Deus.

O Livro:

Um clamor de justiça (5.24)

O homem tem responsabilidade de se arrepender e estabelecer a justiça para poder viver (5:14,15).

9. Obadias

Tema: A condenação de Edom

Tempo: 585 a.C. + ou -

O Autor:

Nome significa "servo ou adorador do Senhor"

Foi um profeta contra Edom (1.1, ver Gn 36.1,8). Outros profetas contra Edom eram: Amós, Isaías, Jeremias, Ezequiel e Malaquias. (Bíblia Vida).

É difícil colocar o tempo da sua profecia e dizer quais outros profetas viveram junto com ele. Isso, de jeito nenhum, faz que esse profeta foi menos inspirado que os outros.

O Livro:

O livro mais curto do V.T.

A crueldade (1.5-7), a violência (1.10), e o orgulho (1.3) de Edom contra Jacó trouxe a ira divina (1.15,16).

As intenções, ou as ações dos Edomitas contra o povo de Deus não impediram a vontade de Deus de ser feita (1.4,17,18,21).

O capital do Edom nesta época era Sela, hoje chamada Petra. A destruição profetizada veio mesmo ser completa. A destruição era tão completa que só em 1812 foram descobertas as ruínas desta cidade. São cortadas na rocha sólida de colorido rosa e ficaram muito tempo escondidas nas áridas regiões ao sul do Mar Morto. (Scofield).

Uma lista das principais referências a Edom: Históricas: Gn 25-36 (Jacó e Esaú); Nm 20.14-21, Dt 2.1-8 (o período do êxodo); 1 Sm 14.47 (sob Saul); 2 Sm 8.14 (sob Davi); 2 Rs 8.20-22 (sob Jeorão); 2 Cr 20.10-23 (sob Josafá); 2 Rs 14.8; 2 Cr 25.11-13 (sob Amazias); 2 Cr 28.17 (sob Acaz); Sl 137.7; Lm 4.22 (queda de Jerusalém); Sl 83.1-6 (geral). Profecias: Is 11.14; 34; 63.1-6; Jr 49.7-22; Ez 25.12-14; 35; Jl 3:19; Am 1:11-12; Ml 1:2-5. (Bíblia Vida)

10. Jonas

Tema: A Misericórdia de Deus

Tempo: escrito no 8º século antes de Cristo.

O Autor:

O nome significa "Pomba"

Era profeta (2 Rs 14.25) em Israel antes de ser enviado a Nínive.

O acontecimento de Jonas ser preservado no ventre da baleia (1.17- 2.10) foi usado por Jesus como profecia em Mt 12.38-40 da sua própria morte e ressurreição.

Jonas é um tipo de Cristo em que foi enviado, e em tipo ressuscitou dos mortos para levar a salvação aos gentios. (Scofield).

Jonas era um profeta de Deus e deixou para nós um livro inspirado, mas ele era um homem mesmo assim. Isso podemos ver pela insistência de não obedecer logo Palavra de Deus, e depois as suas paixões contra as misericórdias de Deus aos Ninivitas. (2 Co 4.7).

O Livro:

O livro é uma autobiografia de Jonas.

É revelada a compaixão de Deus e o uso da Sua graça aos pagãos (3.10; 4:11) que é além do entendimento do homem.

Não é só maravilhoso que Jonas foi engolido por um peixe mas que ele ficou vivo por três dias e três noites nas entranhas do peixe (1.17). Quando se considera o amor e misericórdia de Deus, nada deve ser difícil demais para se acreditar.

Um mensageiro de misericórdia no tempo de Jeroboão o segundo (798-753 a.C.) no 8º século a.C., e uns 80 anos + ou - antes do cativeiro de Israel pela Assíria.

11. Miquéias

Tema: Juízo e Reino

Tempo: 8º século a.C.

O Autor:

O nome significa "Quem é como o SENHOR?"

Morastita - veio da cidade Moresheth que fica 35 km ao sudoeste de Jerusalém onde talvez era um agricultor. (Scofield e Bíblia Vida)
Miquéias era um contemporâneo de Isaías (compare 1.1 com Is 1.1) e profetizou tanto a Israel como à Judá.

Miquéias foi mencionado por Jeremias em Jr 26.18, que cita ele como alguém enviado por Deus, e Jesus citou Miquéias em Mt 10.35,36.

Nota a semelhança entre Miquéias e Tiago (Mq 6.6-8 e Tiago 1.27)

O Livro:

Cap. 1-3 - Os juízos de Deus contra Israel e Judá.

Cap. 4,5 - Consolo e esperança oferecidos. Profecias de Cristo e o Seu reino espiritual (primeira vinda) e corporal (segunda vinda).

Cap. 6,7 - Salvação mostrada num diálogo entre Deus e o Seu povo, completo com o arrependimento do povo pecaminoso e a misericórdia de Deus. Compare 7.1,9 com 7.18.

Lendo a história de Israel e Judá em 1 Reis e 2 Reis ajudaria de entender a situação espiritual do povo a quem Miquéias profetizou.

Vê-se Cristo, seu nascimento (5.2; Mt 2.5,6), seu reino (5.4), a redenção do Seu povo (7.18-20), e a chamada dos gentios (4.1-7) pelo livro.

12. Naum

Tema: Nínive Cairá, Judá Será Vindicada

Tempo: Escrito no 7º século a.C., os acontecimentos foram entre 666 a.C. e 612 a.C. (Scofield)

O Autor:

Nome significa ‘conforto’ ou ‘consolo’.

Era da cidade de Elcos, na Judá. Talvez é ele mencionado em Lc 3.25, mas não há certeza disso. Se for, é o único lugar no Novo Testamento que é mencionado.(Bíblia Vida)

O Livro:

Uma seqüência do livro de Jonas, uns cem anos depois (Scofield). Talvez seja dada esta profecia logo depois que Judá foi levada cativa por Assíria (Matthew Henry). Nínive era o capital de Assíria (Matthew Poole).

O estilo de Naum é de poesia lírica de uma qualidade muito alta. Suas mensagens são vivas e impetuosas.

A mensagem é que Nínive será destruída. Essa profecia era um conforto ao povo de Deus pois os Ninivitas escravizaram o povo de Judá pelas ameaças de agredi-los e não eram nem um pouco cortês nesse desejo (3.19). Para que o povo de Deus, sob o reinado de Ezequias, não perdessem o ânimo completamente, veio à profecia de Naum (2.1-2).

Cap. 1, é um Salmo

Cap. 2,3 são proféticos

13. Habacuque

Tema: Da Dúvida à Fé

Tempo: Escrito no 7º século a.C.

O Autor:

O nome significa "abraço"

É provável que era um levita e um músico (3.19) (Scofield)

O Livro:

Com os acontecimentos negritos ao redor do povo de Deus, e o contínuo castigo de Deus pelos seus pecados, Habacuque quase dúvida da justiça de Deus (1.12-13). Mas Deus afirma a sua soberania e a inutilidade das forças de homem maligno (2.6-19) e por isso, cale-se diante dele toda a terra (2.20). Habacuque vendo, então, a grandeza de Deus, renova a sua fé e confiança na justiça do SENHOR (3.17-19).

O versículo chave é 2.4 citado em Rm 1.17; Gl 3.11 e Hb 10.38.

14. Sofonias

Tema: O Dia do SENHOR

Tempo: Escrito no 7º século a.C. O conteúdo do livro foi escrito provavelmente antes de 621 a.C.

O Autor:

O nome de Sofonias significa "O Senhor Esconde"

Sofonias era filho do filho do filho do filho de Ezequias (tetraneto 1.1).

O Livro: "o dia do Senhor" é usado mais vezes nestes três capítulos do que qualquer outro profeta nos seus livros - Scofield - (sete vezes `dia do SENHOR', doze vezes `aquele dia') Strongs.

Assíria já ocupou Israel no norte desde 721 a.C., e agora, uns 40 anos antes de Babilônia entrar em Judá, Sofonias profetiza aquela invasão (1.1-2:3). Ele fala dos juízos de Deus sobre as nações vizinhas (2.3-15; Quereteus v. 5, Filisteus v. 5, Moabitas v. 7-11, Etíopes v. 12, Assirianos v. 13, Ninivitas v. 13-15), e sobre a cidade de Jerusalém (3.1-12).

Sofonias pede arrependimento, de buscar ao SENHOR (2;3) que é o único caminho de ver a misericórdia de Deus. Sim, Deus tem até preparado um remanescente que servirá Ele na santidade (3.12,13). Isso mostra o Seu desejo de ter o homem O temendo e O obedecendo em amor, com uma vida santa e separada.

Pode ver a profecia da abertura do Evangelho para os gentios (3.9-11). O resto do livro (3.14-20) é uma profecia da segunda vinda de Cristo quando vem estabelecer o Seu reino milinel.

15. Ageu

Tema: Reconstrução do Templo

Tempo: Escrito no 6º século. O conteúdo aconteceu em 520 a.C.

O Autor:

O nome de Ageu significa "festivo"

Viveu no mesmo tempo de Zacarias (Ed 5.1,2)

O Livro:

Uma profecia aos de Judá logo após o início do cativeiro por Babilônia (1.1). É uma mensagem muito detalhada dando o ano, o mês e o dia de cada casa (1.1,15; 2.1,10,20). Nos dois capítulos, aparece vinte cinco vezes os termos "veio à palavra do SENHOR" e "assim diz o SENHOR dos Exércitos", que para o povo recém cativo, deveria ser uma palavra de ânimo.
Deus, pelo profeta, estimula o povo de ver o porque da sua tristeza que era em não colocar Ele em primeiro lugar. Foram incitados a voltar e colocar Ele em preeminência e refazer o templo destruído (1.2-11; Mt. 6.33). Então os lideres junto com o povo "obedecerem à voz do SENHOR" e "fizeram a obra na casa do SENHOR dos Exércitos, seu Deus" (1.12-15).

Para o povo obedecer ao Senhor colocando Ele em primeiro lugar, Ele promete bênçãos materiais (2.18,19) e políticas (2.20-23), mesmo que as obras das mãos não sejam para Ele grande coisa (2.10-17). Isso nos ensina que o que Deus deseja é nosso coração, adoração e louvor, até mais do que nossas obras.

16. Zacarias

Tema: A Vinda do Senhor

Tempo: escrito no 6º século a.C. (520 a.C.)

O Autor:

O nome significa "O Senhor se lembra"

Contemporâneo de Ageu (1.1; Ag 1.1)
As mensagens de Zacarias estendem da época da reconstrução do templo até o milênio (14:9-11).

O Livro:

O Dario mencionado por Zacarias era Dario I Hystaspis, rei da Persa (morto em 486 a.C.) que foi entre o reinado de Ciro e Artaxerxes (Esdras 4.1-7) neto de Ciro. Este Dario não é o mesmo mencionado por Daniel (Dn 9.1), este era Dario, o medo, um dos primeiros reis sobre Babilônia depois da batalha que derrubou Belsazar, rei dos caldeus (Dn 5.29-31). Este Dario também não é o mesmo Dario, o persa, mencionado por Neemias (Ne 12.22) que foi o último rei persa derrubado por Alexandre, o Grande, em 330 a.C. (Zondervan Pictorial Dictionary)

Nenhum livro de profecia tem tantas profecias sobre Cristo, a nação de Israel em tão poucos capítulos quanto o livro de Zacarias. (Scofield)

Cristo: vindo (3.8-10; 8.19-21; 9.9,10; 13.7), sendo rejeitado pelos Judeus (11.10-12). Deus castigando os Judeus por rejeitar Cristo (14.1,2), chamando os Gentios (8.20-23; 12.10; 3.8,9; 6.12,13) e a época da Sua operação pela igreja (14.3).(Matthew Poole)

17. Malaquias

Tema: Corrupção Eclesiástica e Pecado do Povo Condenado

Tempo: escrito no 5º século a.C. (400 a.C.)

O Autor:

Nome significa "meu mensageiro" ou "meu anjo"
Não há muito para saber sobre Malaquias além do que este livro diz.

Malaquias usa uma forma de fazer uma pergunta como se fosse vindo do povo e dando uma resposta como método de declarar verdades (1.1; 2.14,17; 3.8, 13) e de formular uma conversa entre os destinatários e remetentes (1.6-9; 2.10-17; 3.2, 7-8) formas que depois foram adotados comumente entre os Judeus.

O Livro:

É provável que tenha sido escrito poucos anos depois de Neemias (Scofield) pois ele e Neemias falam dos mesmos assuntos acontecendo entre a vida casada dos Judeus (Ne 13.23,28; Ml 2.11), e os dízimos guardados pelo povo para si mesmos (Ne 13.10,11; Ml 3.8) (Poole).

A última palavra do Velho Testamento é "maldição". Sem as profecias cumpridas, maldição seria o melhor que qualquer um poderia esperar. Os sacerdotes eram corruptos (1.6-2:9) e o povo também (2.10-4:3). Deus é soberano (1.6, 14; 2.5; 4.4) e justo (1.3,4,14; 2.2,3,9,12) mas gracioso também (1.2; 2.4,5; 3.6,10; 4.2,5,6). O Novo Testamento começa já com Jesus Cristo que levaria esta maldição em Si mesmo para os que confiam nEle (Jo 3.16; Gl 3.13).

O fim da era profética foi aqui, e por 400 anos nenhum profeta veio. Isto fez com que todos olhassem mais intensamente para o preparador do caminho diante do Messias que foi o João Batista (3.1; 4:5,6; Mt 11.10-15; 17.11-13).

*******************************************************************
Estes estudos sobre o Velho Testamento foram desenvolvidos pelo Missionário Calvin G. Gardner para a Missão Batista em Catanduva, São Paulo e entregue nos horários de estudo Bíblico nos domingos à tarde entre o período de Novembro de 1.994 e Agosto de 1.995

*******************************************************************

BIBLIOGRAFIA

A Bíblia Sagrada, Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, São Paulo, 1994.
HENRY, Matthew. Matthew Henry's Commentary on the Whole Bible. Guardian Press, Grand Rapids, 1976.

HOLDCRIFT, L. Thomas. The Historical Books, sp, sc, sd.

HOLMAN, A. J. Bíblia Sagrada com esboços e sínteses. Editora Vida, 1981.

HUCKABEE, Davis W. Proverbs. Indianapolis, ID, 1964.

POOLE, Matthew. Matthew Poole's Commentary on the Holy Bible, MACDONALD PUBLISHING COMPANY, MCLEAN,

SCOFIELD, C.I. A Bíblia Sagrada com referências e anotações, Spanish Publicators, Inc., 1987

TENNY, Merril C. The Zondervan Pictorial Bible Dictionary Zondervan Publishing House, 1967, 17th printing: 1975

The New Cronological Bible, World Bible Publishers, 1980

THOMPSON, Frank Charles D.D., Ph.D., B.B. The New Chain Reference Bible. 4th Ed, Kirkbride Bible Co.,

WOLFE, Ronnie. Isaiah - A Study Guide. First Baptist Church, Harrison.

 

Autor: Pastor Calvin Gardner
Editorização textual e gramatical - José Mazeu Junior 08/02
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br