Principais Eventos do Velho Testamento

Cap 47 -- ISRAEL ENTRA EM ESCRAVIDÃO

I Reis 12:25-14:31; II Reis 17:1-18

Versículo para memorização: I Reis 14:15

Na lição anterior, aprendemos que, quando Salomão morreu, por volta de 931 a.C., invés de todo o reino ir para seu filho Roboão, foi dividido e Jeroboão tornou-se rei sobre Israel. Ele foi um homem perverso. Ainda que fosse diligente e poderoso na guerra, seu coração não estava diante do Deus de Israel. Assim que começou a reinar, nós o observamos promovendo a idolatria. Ele disse ao povo que não fosse a Jerusalém para adorar no templo de Deus. Temia que, se eles o fizessem, o coração deles retornaria para a casa de Davi. Então, ele construiu novilhos de ouro, lugares elevados e bosques para a adoração de ídolos. Construiu um altar em Betel e ofereceu incenso lá. Essa má conduta foi, basicamente, o comportamento de Israel ao longo do restante de sua história.

Ainda em seu tempo, a profecia da queda de Israel e da remoção da terra veio pela boca de Aías (I Reis 14:14-16). A Nação de Israel, por vezes referida como o Reino do Norte, perdurou apenas por cerca de 209 anos depois da morte de Salomão, ou 188 anos depois da morte de Jeroboão. Durante esse tempo, 19 reis (incluindo Jeroboão) governaram sobre a Nação de Israel. Alguns deles caminharam honradamente diante de Deus, mas a Nação de Israel nunca, em nenhum sentido real, retornou para Deus, mas continuaram servindo outros deuses. Entre seus governantes, estiveram tais monarcas perversos como Acabe e sua esposa má, Jezabel. Ele é mencionado por ter sido mais perverso do que todos os outros reis malvados anteriores a ele. Parece possível que Jezabel assumiu a posição de deusa de idolatria e lá comeram em sua mesa 450 profetas de Baal e 400 profetas dos bosques.

Durante esses anos perversos, Deus continuamente deu-lhes profetas fiéis para adverti-los da penalidade por seu pecado e para profetizar sua escravidão. Entre eles estavam Elias, o tisbita, e Eliseu. Eles foram precedidos por Aías e Jeú. Evidentemente, foi entre 880 e 875 a.C. que Onri, pai de Acabe, construiu a Samaria, que permaneceu a capital de Israel até sua queda.

Foi por volta de 860 a.C. que Elias apareceu em cena para profetizar contra Acabe e contra a nação pecaminosa de Israel. Por sua palavra, a chuva foi detida por três anos e meio. No final daquele período, ele assassinou os 850 falsos profetas de Jezabel e invocou fogo do céu à vista de Israel (I Reis 18:21-46); mas Israel, mesmo assim, não retornou para o Senhor.

Foi por volta de 722 a.C. que a iniqüidade de Israel foi completa diante de Deus, cerca de apenas 730 anos depois do êxodo. Deus os entregou à escravidão Assíria e a Samaria foi repovoada com pagãos. Leia Lucas 19:41-44.

PERGUNTAS - ISRAEL ENTRA EM ESCRAVIDÃO

1. Por que Jeroboão foi rei sobre Israel?

2. De qual parte da nação anterior este Israel consistia?

3. Qual era o caráter da religião de Jeroboão?

4. Que prática de Israel Jeroboão cessou?

5. Que imagens particulares Jeroboão construiu?

6. Deus deu sinais miraculosos para advertir Jeroboão de seu mal?

7. Jeroboão foi um rei extraordinário ou característico dos reis que o seguiram?

8. Quem era o profeta de Deus na época de Jeroboão?

9. Qual foi o rei mais perverso de Israel?

10. Quem era o pai desse rei perverso?

11. Quem construiu a Samaria?

12. Qual era o nome da esposa de Acabe?

13. Que profetas ela sustentava?

14. Quem era o profeta de Deus em seu tempo?

15. Que advertência da natureza veio em sua profecia?

16. Que ato miraculoso ele promoveu no monte Carmelo?

17. O que Elias fez com os profetas de Jezabel?

18. Que profeta seguiu Elias?

19. As palavras de Elias e Eliseu foram atendidas por Israel?

20. Que nação capturou Israel?

 

Autor: Pr. Forrest Keener
Tradutor: Albano Dalla Pria
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br