COMENTÁRIO SOBRE O LIVRO DE APOCALIPSE

POR GERALD S. SMITH

CAPÍTULO 16

Versículo 1 - E OUVI, vinda do templo, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide, e derramai sobre a terra as sete taças da ira de Deus. É dado o mandamento para começar os julgamentos na terra. Deus é longânime e misericordioso e Ele tolera o pecado do homem por longo tempo, mas então Ele derrama Sua ira, como Ele fez nos dias de Noé.

Versículo 2 - E foi o primeiro, e derramou a sua taça sobre a terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que adoravam a sua imagem. A primeira praga será terríveis e irritantes chagas que não podem ser curadas. Quando a quinta taça é derramada os homens ainda estão sofrendo com essas feridas. Deus permitiu ao Diabo afligir o pobre Jó com feridas e furúnculos, do topo de sua cabeça até a sola de seus pés. (Jó 2:7), e Jó manteve-se fiel ao Senhor. Agora o Senhor envia feridas e furúnculos sobre os adoradores da besta e eles permanecem seguidores dela. Jó teve a confiança de que, mesmo se ele fosse assassinado, Deus um dia o ressuscitaria. Esses que são atormentados com feridas têm um grande tormento esperando depois da destruição dos seus corpos. (inferno).

Versículo 3 - E o segundo anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda a alma vivente. A segunda praga é uma vista horrível. Mais cedo, na Grande Tribulação, a terça parte do mar é transformada em sangue, mas agora o mar se torna como o sangue de um homem morto, que está coagulado e putrefato. Imagine um oceano de sangue coagulado!!!! É claro que ninguém pode viver em tão horrível desordem.

Versículo 4 - E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue. Então todas as águas da terra se tornam impróprias para beber ou para usar em qualquer meio. A água é uma grande benção para a terra, uma necessidade sem a qual não se pode ficar por um tempo longo.

Versículo 5-6 - E ouvi o anjo das águas, que dizia: Justo és tu, ó Senhor, que és, e que eras, e hás de ser, porque julgaste estas coisas. 6 Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores. Uma coisa que nunca será ouvida no céu é que Deus é injusto. No nosso tempo temos pessoas que acusam Deus por isto ou que dizem que Ele é injusto por causa de algum julgamento ou castigo. No céu todos entendem como as coisas são e eles entendem que é justo para Deus trazer destruição sobre a terra. Eles sabem que é justo para Deus lançar os que rejeitaram a Cristo no inferno. No céu ou no inferno todo mundo tem o conhecimento de que os julgamentos do Senhor são justos e bons. Durante o reino do anticristo o povo não iria ouvir a mensagem de Deus. Eles matam as duas testemunhas e as deixam caídas na rua. Eles matam todos que não aceitam a marca da besta, agora é certo que eles sofram por seus pecados. Eles são merecedores de tudo que eles recebem.

Versículo 7 - E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Senhor Deus Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos. Deus quer que fique claro que todo o céu está em acordo com Seus julgamentos. Durante toda a história humana toda Deus estendeu sua mão de misericórdia. A mensagem tem sido proclamada desde o Jardim do Éden, mas o homem não ouve. Quando ele é preso em sua própria armadilha ele não tem razão para reclamar contra Deus. Deus quer que saibamos que o que Ele faz é direito e que, quando chegarmos no céu, estaremos em total acordo com Ele em todas as coisas.

Versículo 8 - E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. A quarta praga afeta o sol de uma forma tal que seu calor é altamente intensificado sobre a terra. Não existe explicação científica para isto, mas isto não significa que não vai acontecer. O sol se torna tão quente que os homens são queimados. Deus controla o universo inteiro. Ele pode nos dar dias agradáveis ou dias frios. Ele pode mandar frio intenso como Ele fez neste inverno ou Ele pode fazer o sol tão quente que queime. Devemos louvar a Deus pelas coisas boas que Ele nos dá; Ele pode facilmente nos destruir.

Versículo 9 - E os homens foram abrasados com grandes calores, e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem glória. O homem é tão tolo e obstinado! Aqui eles são abrasados com o calor do sol, o senso comum deveria dizer a eles que isto não é o poder do homem, mas o poder de Deus. Ainda assim eles não se arrependem e admitem que Deus é aquele a quem toda a glória é devida. As circunstâncias, não importam quão severas sejam, não mudam os corações dos homens. Somente o Evangelho de Cristo, nas mãos do Espírito Santo, o podem fazê-lo. Ser queimado desse jeito deve ser realmente terrível, mas isto não é nada comparado com o inferno. Ninguém no inferno já se arrependeu, a única culpa e remorso que eles sentem é que eles foram presos. Somente Deus concede arrependimento e fé e isto é para nós agora. Amanhã nós não temos promessa.

Versículo 10 - E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e eles mordiam as suas línguas de dor. A besta, o governador da federação de nações é aquele que as pessoas adoram e consideram como sendo Deus. Esta praga é direcionada especificamente para ele. Seus seguidores verão que ele é incapaz de fazer algo sobre isso, mas eles se voltam para Deus? Vamos ler mais na frente.

Versículo 11 - E por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, blasfemaram do Deus do céu; e não se arrependeram das suas obras. A dor e a tortura se tornam tão grande que eles rangem seus dentes e mordem e mastigam suas línguas. Eles estão em trevas e não são capazes de ajudar ou confortar um ao outro. Em toda a agonia deles eles se recusam a admitir que pecaram; eles não se voltarão dos seus caminhos vis para Deus. Isto deveria ser uma advertência a todos que não confiam em Cristo. Passar por este tormento seria ruim o suficiente, mas é somente o começo, nenhuma dessas pessoas se arrependerá, então eles todos vão, finalmente, para o fogo do inferno para sempre.

Versículo 12 - E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente. A sexta praga está em preparação para a grande batalha do Armagedon, na qual o rio Eufrates, que divide o leste do oeste torna-se seco, deixando o caminho desobstruído para os exércitos do leste se ajuntarem com os exércitos do oeste para lutar contra o Senhor e Sua hoste de santos. A região do Armagedom tem sido o cenário de grandes batalhas nos tempos bíblicos, mas nunca ocorreu nada igual a esta grande batalha, a batalha final sobre a terra. Os exércitos do mundo entenderão a seca do rio Eufrates como um grande benefício para eles, mas descobrirão que Deus fez isso somente para juntá-los para Sua grande matança sobre eles. Deus promete em Romanos 8:28: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Mas os ímpios descobrirão que tudo no mundo, se na aparência de bom ou mal, tem trabalhado contra eles desde o princípio até o fim.

Versículo 13-14 - E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. 14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. O Diabo dá ao anticristo e ao falso profeta o poder de operar milagres. A notícia desses milagres é publicada por todo o mundo para convencer os povos de que a besta é realmente Deus e que eles devem vir e se ajuntar com ele na batalha contra o Senhor Jesus. O trabalho de milagre é uma ferramenta potente nas mãos de Satanás. Ele os usa agora e sempre usou para tirar as pessoas da verdade e trazê-las para junto dele. O povo de Deus hoje em dia deve ser bastante cuidadoso em se envolver com os que dizem que fazem obras milagrosas. Deus ainda realiza milagres, mas Ele não faz isso como um meio de exaltar ou enriquecer os homens. Estes homens que caem nas mãos de Satanás certamente ficarão surpresos quando eles descobrirem por que Deus permitiu que eles se juntassem contra Ele.

Versículo 15 - Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. - Esta é a voz do Senhor Jesus, evidentemente uma advertência geral para todos estarem alerta. A alusão é para uma pessoa deixando suas roupas de lado para dormir e então ser surpreendido, não ter tempo de se vestir e então ser pego nu. Os cristãos devem sempre estar alerta, prontos para trabalhar, lutar ou servir a qualquer momento. Nós nunca devemos estar adormecidos no trabalho.

Versículo 16 - E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. - Existem algumas discussões sobre quem faz a congregação e quem é congregado. Certamente aqueles congregados são os exércitos do mundo e o Diabo é aquele que os congrega. Deus está sobre tudo e permite que isso aconteça porque está de acordo com seus planos e propósitos. Eles são congregados como se fora no grande lagar de Deus para ter o seu sangue pisado.

Versículo 17 - E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito. - A sétima praga é derramada do céu no ar. Isto também é o domínio de Satanás, “o príncipe das potestades do ar”. (Efésios 2:2). Deus mostra que Ele é a autoridade final e que tem poder sobre tudo. Satanás é um usurpador, Deus o permite, mas Deus ainda está por trás das cenas em todos os tempos. Nada nunca está fora da mão de Deus. A voz que vem do templo no céu declara “Está feito”. Esta é a praga final e é enviada na medida em que a sétima taça é esvaziada.

Versículo 18 - E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e houve um grande terremoto, como nunca houve desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto. - Nós temos lido sobre alguns terremotos terríveis no mundo, com cidades sendo realmente destruídas, com milhares sendo de pessoas mutiladas ou mortas. Mas o mundo nunca viu nada igual ao terremoto que os golpeia.

Versículo 19 - E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande Babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira. - Babilônia será a capital do anticristo, uma grande e poderosa cidade, mas Deus lembra do mal e da impiedade que tem vindo da babilônia política e a eclesiástica. Ele chacoalha essa cidade ímpia para reduzi-la a entulho assim como as outras cidades das nações. O mundo nunca viu nada igual a isto!

Versículo 20 - E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam. Imagine isto! Deus até sacode as montanhas e submerge as ilhas abaixo do mar.

Versículo 21 - E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande. - Os homens são forçados a saírem das cidades para os campos abertos por causa do terremoto e então, grandes pedras de saraiva de mais de 45 quilos caem sobre eles esmagando suas vidas. É melhor para o homem confiar em Cristo agora. Agora é o tempo para os sábios se voltarem para Deus.

 

Autor: Pr Gerald S Smith
Tradução: David A Zuhars Jr.
Fonte: www.palavraprudente.com.br