COMENTÁRIO SOBRE O LIVRO DE APOCALIPSE

POR GERALD S. SMITH

CAPÍTULO 19

Versículo 1 – “E, DEPOIS destas coisas ouvi no céu uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! salvação, e a glória, e a honra, e o poder pertencem ao Senhor nosso Deus;” Aqui vemos a resposta do povo de Deus à destruição da Grande Prostituta; eles fazem como Deus mandou em 18:20. O anticristo não é amado nem louvado pelo povo de Deus. Jesus, o Cristo, é o centro e objeto de todo o amor deles, adoração e veneração. Nos seis primeiros versículos deste capítulo são quatro “aleluias”. O primeiro é a aleluia da salvação e redenção. No céu todos os redimidos do Senhor irão louvá-lo, primeiro de tudo pela salvação que há nEle. Todas as criaturas irão compreender totalmente que o grande propósito de todos os atos criativos de Deus é trazer salvação aos seus escolhidos.

Versículo 2 – “Porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua fornicação, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos”. Aqueles que conhecem a verdade sabem que Deus é justo. Eles sabem as impiedades e abominações que saem da Igreja Católica. Eles sabem que não existe crime pior contra Deus ou contra o homem do que enganar os homens de que suas almas estão perdidas e vão para o inferno para sempre enquanto eles presumem ensinar a verdade. Mesmo com estes fatos em vista, existem pessoas hoje em dia que ficam com raiva porque um pastor batista fala contra a religião falsa. Eles são completamente ignorantes sobre o fato de que a palavra de Deus, do início ao fim refere-se ao assunto da verdadeira religião em oposição à religião falsa. João o Batista, Jesus e todos os apóstolos continuamente criticaram publicamente as religiões falsas, chamando-as pelo nome. O mandamento foi deixado para nós fazermos a mesma coisa, ainda que alguns que se dizem batistas fiquem incomodados porque o pastor faz seu trabalho.

Versículo 3 – “E outra vez disseram: Aleluia! E a fumaça dela sobe para todo o sempre”. Estas “aleluias” são dadas em consideração ao que é dito no versículo 2. Então nós poderemos dizer que estas são as “aleluias” de retribuição. Deus é louvado por sua vingança. Ele tem dito “.. a vingança é minha, eu recompensarei” Romanos 12:19. O povo de Deus nunca precisa se sentir desanimado ou desencorajado porque as coisas não parecem ser justas no momento atual. Deus fará justiça quando for o tempo certo. Sua promessa de fazer todas as coisas contribuem para nosso bem ainda está na Bíblia, como também sua promessa de punir os ímpios. Vamos louvar o seu nome no dia a dia e gritar “aleluias”.

Versículo 4 – “E os vinte e quatro anciãos, e os quatro animais, prostraram-se e adoraram a Deus, que estava assentado no trono, dizendo: Amém. Aleluia!” Como nós aprendemos antes em nosso estudo deste livro, os 24 anciãos representam todos os redimidos nos céus. As 4 bestas ou “criaturas viventes” são seres celestiais criados, ao que parece, para a adoração e direção da adoração a Deus. O significado desta cena é que todos os céus estão de acordo com Deus. Todos O adoram por suas obras maravilhosas e isto inclui a destruição dos ímpios. Neste versículo ouvimos as “aleluias” da adoração. Isto é uma coisa maravilhosa que criaturas têm o privilégio de estar na presença de um ser tão santo e ser capaz de ver sua glória. Saber que um dia nós estaremos no céu e seremos capazes de adorar a Deus sem nenhum impedimento é, realmente razão suficiente para gritar aleluias.

Versículo 5 – “E saiu uma voz do trono, que dizia: Louvai o nosso Deus, vós, todos os seus servos, e vós que o temeis, assim pequenos como grandes”. Nos céus será um prazer para louvar o Senhor porque este será o sincero desejo de todos que estiverem lá. Na terra nós estamos sujeitos a esquecer ou negligenciar o fato de que Deus merece todo o louvor por tudo. Nós talvez nos encontremos louvando um ao outro, mas nos céus, todo louvor é direcionado ao único que merece.

Versículo 6 – “E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina”. Os céus ressoam na medida em que todas as vozes cantam as “aleluias” pelo reino de Cristo. Depois de milhares de anos sob a escravidão de Satanás, o grande usurpador, o mundo é libertado. Satanás tem sido o deus deste mundo desde o jardim do Éden. Ele tem direcionado suas forças contra Deus todo o tempo. Incontáveis milhões o têm seguido, mas, finalmente, será derrubado e destruído e Cristo reinará sobre a terra assim como nos céus.

Versículo 7 – “Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou”. Isto é realmente um grande evento, “as bodas do cordeiro”. Muitos falam sobre isso, mas poucos sabem alguma coisa sobre isso. Este é um acontecimento altamente importante! Que tempo na vida de um homem pode se igualar em importância como o dia do seu casamento? Certamente, Deus usa termos para imprimir nas nossas mentes a grandeza e magnitude destas bodas celestes. Este casamento ocorre no final da grande tribulação, antes dos 1000 anos do reino (milênio) começar. O noivo é claro é Jesus, o Cordeiro de Deus, mas quem é a noiva? Alguns falam sobre Israel como esposa de Deus. Deus disse que Ele estava casado com Israel, mas ela foi sua esposa na terra, não nos céus. Não, esta noiva não é uma geração adúltera, mas uma virgem pura e casta. Outros dizem que esta noiva são todos os redimidos desde os dias do início do ministério de Jesus, mas como isto pode ser? Esta é uma noiva que nunca cometeu adultério espiritual com os reis e governantes da terra. Está é uma noiva que não é filha da grande prostituta e que não teve parte com ela. Esta noiva vem das igrejas verdadeiras do Senhor. II Corintios 11:2 nos diz que a igreja de Corintos foi desposada por Cristo como uma virgem casta. Isto não significa somente a igreja de Corintos, mas todas as igrejas iguais a Corintos. Uma vez que a noiva é uma “virgem casta” ela não pode ser a “grande prostituta” nem pode ser uma das filhas dela. Isto elimina a Igreja Católica e todas as outras que procedem dela, direta ou indiretamente. Esta noiva deve ser das Igrejas Batistas verdadeiras. Todos os membros de todas as Igrejas Batistas fazem uma parte da noiva? Nós dizemos “não” porque muitas delas não são puras nem castas. Nós cremos que a noiva de Cristo serão os membros fiéis de igrejas neo-testamentárias verdadeiras desde o tempo de seu estabelecimento durante o ministério pessoal de Cristo na terra. Vamos notar aqui a expressão “e já a sua esposa se aprontou”. Nós sabemos que a Bíblia não ensina a salvação pelas obras. Ninguém torna a si mesmo pronto para o céu. Somente Deus pode fazer isso. Isto não está se referindo à salvação, mas, à preparação da noiva. Enquanto a salvação não é baseada sobre o que uma pessoa faz, se tornando uma parte da noiva e preparando para o casamento depende do que ele faz. É claro que isto é tudo pela graça de Deus. “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade”. Filipenses 2:13. Ao mesmo tempo o homem (salvo) não é um autômato ou robô que não tem escolha, mas ele é um ser responsável, capaz de fazer escolhas para obedecer ou desobedecer. Quando uma pessoa é salva ela tem a escolha de se juntar a uma igreja verdadeira ou falsa. Se ela se junta a uma igreja verdadeira, ela tem a escolha de servir fielmente ou de negligenciar sua responsabilidade. Aqueles que estarão na noiva de Cristo serão aqueles que escolherem fazer parte da Igreja verdadeira do Senhor e que se fizerem prontos por meio do servir fielmente a Deus.

Versículo 8 – “E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos”. Existe muita controvérsia sobre o que é exatamente as vestes de núpcias. Deixem-nos dizer primeiro que as vestes da Noiva não é a mesma coisa que as vestes faladas em Mateus 22:11. As vestes ali mencionadas parecem ser a justiça de Cristo que é imputada a todos os crentes. Parece que cada crente estará presente no casamento, mas certamente nem todos comporão a noiva. Parece que todos que estão presente têm que ter a justiça de Cristo, mas nem todos estarão vestidos nas vestes da noiva. Em seguida nos deixem chamar a atenção para a palavra “justiças”. No nosso texto esta palavra é plural, todos os estudiosos gregos concordam que isto, ser o plural - “justiças”. O linho fino então não é simbólico da justiça de Cristo, mas dos atos justos ou obras dos santos no sentido de que todos os atos justos são um produto da justiça de Cristo e todos que têm Sua justiça produzirão boas obras. Também nem boas obras ou atos justos podem ser produzidos sem a justiça de Cristo. Porém, nós ainda mantemos que Mateus 22:11 fala basicamente sobre a justiça de Cristo, enquanto que Apocalipse 19:8 fala sobre as obras de justiça da noiva. Ninguém que não esteja pronto pode estar na noiva. Como um velho costume em nosso país onde a noiva guarda o seu enxoval no cofre em preparação para o casamento e a vida de casada, então aqueles que esperam compor a Noiva de Cristo devem se preparar para isso agora. Estes favorecidos poucos serão aqueles que têm seguido fielmente o Senhor, aqui na terra.

Versículo 9 – “E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus”. Existem muitos estudiosos da Bíblia que crêem no que é chamado de “noiva universal” o que significa que eles crêem que todos os povos salvos comporão a noiva de Cristo. Nós não podemos aceitar isso, da mesma forma que não aceitamos uma igreja universal. As analogias e metáforas usadas para descrever a Noiva certamente não ensinam a noiva universal. Por exemplo – no casamento existem atendentes da noiva, servos e ajudadores de vários tipos, amigos do noivo como João o Batista disse que ele era (João 3:29), convidados e etc. Todos esses estão presentes no casamento, mas eles certamente não são a noiva. Então será no grande festa de casamento. As maiores honras serão para aqueles poucos escolhidos que são a Noiva, mas será um evento abençoado para todos que são chamados a participar. Ninguém estará desapontado ou infeliz nos céus. Alguns têm galardão maior do que outros, grandes capacidades para gozar os céus, mas não haverá inveja, cobiça; todos estarão cantando, regozijando-se e louvando Deus por toda a eternidade. Deixe-nos dizer novamente “louve ao Senhor, Aleluia”!!

Versículo 10 – “E eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: Olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus. Adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia”. João está tão subjugado pelo que ele está vendo que ele imediatamente se ajoelha para adorar o mensageiro que está na frente a ele. O anjo o proíbe de fazer tal coisa e declara que ele também é um servo de Deus. Servos de Deus não são objetos de adoração, mesmo que sejam anjos. “Adora a Deus” - Ele é o único digno de ser adorado. Adorar qualquer um ou qualquer outra coisa é idolatria. “porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia.” O fim e propósito da profecia, sejam falados pelos profetas do Velho Testamento, os apóstolos ou numa cena magnífica na qual João viu, é testemunhar de Jesus Cristo.

Versículo 11 – “E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça”. No capítulo 6:2 lemos sobre um cavaleiro num cavalo branco saindo para conquistar. Este era o anticristo, o grande enganador começando seu reino de terror. O cavaleiro deste cavalo é chamado de Fiel e Verdadeiro e seu nome não é outro senão o Senhor Jesus. Em toda a história do mundo pode ser que nunca uma guerra foi lutada em completa justiça, mas quando o Rei Jesus fizer guerra esta é 100% justa. Os inimigos serão destruídos sem misericórdia, mas eles obterão exatamente o que eles merecem.

Versículo 12 – “E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo”. O Senhor Jesus será glorioso em observar a todos os santos, mas Ele será terrível para com Seus inimigos. Seus olhos são iguais a chamas de fogo, atingem a profundidade da alma. Ele vê tudo e conhece a todos. Não existe ninguém que possa escapar de sua visão ou fazer algo sem que Ele tenha conhecimento. As muitas coroas mostram Seu completo reinado e autoridade. Como estas coroas foram arranjadas e usadas não é declarado, eles podem ser coroas feitas em uma só ou talvez os símbolos de coroas de muitos reis colocadas juntas. De qualquer forma não há dúvida que é uma vista muito linda e distinta; não uma grotesca pilha de coroas colocadas sobre Sua cabeça. O nome escrito que nenhum homem conhece não significa que não é legível ou entendível, mas, ao contrário, nenhum homem pode penetrar a profundidade do seu significado. Este nome é provavelmente mencionado no verso 13, “A Palavra de Deus”. No Evangelho de João ele declara que Jesus é o “Verbo” e o “Verbo era Deus”. Muitos volumes têm sido escritos para explicar como Jesus é “o Vebo” e como “o Verbo se fez carne”, também como a Bíblia, a Palavra escrita, é relativa a Jesus a Palavra viva. A partir destes escritos os homens obtêm pensamentos maravilhosos e grandes verdades, mas ninguém entende o completo significado disso. Jesus é a “Palavra de Deus”, o divino “Logos” e nós não entenderemos completamente o seu nome até chegarmos ao céu. Os homens sobre a terra não são capazes dessa profundeza espiritual.

Versículo 13 – “E estava vestido de uma veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus”. Aproximadamente 2000 anos atrás o Senhor Jesus usou uma vestimenta manchada com sangue, o sangue de seus próprios ferimentos de terríveis açoites recebidos das mãos de seus inimigos. Quando Ele vier à próxima vez será diferente, pois então sua vestimenta estará manchada com o sangue de Seus inimigos. Leia Isaías 63:1-6. Esta é a profecia relativa ao Senhor Jesus no dia da sua vingança.

Versículo 14 – “E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro”. Quem são os exércitos dos céus? Eles são anjos sem dúvida e a multidão de homens redimidos da terra. Isto significa que cada um de nós que hoje crê em Jesus um dia virá cavalgando um lindo cavalo branco num vasto exército seguindo o Senhor. Que visão isto será!! Todos os filhos de Deus vestidos em deslumbrantes vestimentas brancas cavalgando cavalos brancos como a neve. Isto será realmente uma cena espetacular!!

Versículo 15 – “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso”. A espada afiada de dois lados é um emblema das forças destrutivas do Senhor Jesus sob o seu comando. Foi por meio de sua palavra que o mundo foi feito. Ele literalmente falou e trouxe a existência. Então, pela palavra da sua boca os inimigos da grande tribulação serão atingidos e completamente destruídos. “e ele as regerá com vara de ferro;” - Depois da destruição dos exércitos dos ímpios, o Senhor Jesus virá a terra para reinar por 1000 anos. É meu entendimento que todos os redimidos da tribulação serão mortos antes que o reino de Cristo comece. Eu creio que não haverá pessoas salvas sob a terra em seus corpos naturais durante o reino de 1000 anos. O Senhor Jesus irá reger com uma vara de ferro. Existirá obediência perfeita sobre a terra durante esse período, mas será uma obediência forçada. Aqueles sob a terra em seus corpos naturais serão homens perdidos. Eles obedecerão ao Senhor porque eles sabem que é o melhor para eles, não porque eles o amem e sejam devotados a Ele. Estar sob o reino de Cristo não fará de uma pessoa um filho de Deus. Como nós vemos mais tarde no livro, depois de 1000 anos de governo perfeito e condições sociais, ambientais e econômicas boas, os corações dos homens ainda estarão não regenerados. Isto é exemplificado pelo fato de que o diabo, quando é libertado por um pouco de tempo, no final do milênio, ele é capaz de enganar os habitantes da terra e fazê-los crer que podem derrotar o Senhor que os tem governado e os abençoado por 1000 anos. Todos esses, é claro, serão destruídos quando o Senhor faz chover fogo e enxofre dos céus e destrói o mundo e tudo que há nele. “e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso”. Leia novamente Isaías 63:1-6. Isto explicará este versículo. O significado é simples. No tempo determinado o Senhor marchará contra os exércitos dos ímpios com grande força e ferocidade e os esmagará como uvas são esmagadas num lagar. Esta é a batalha do Armagedom que lemos no capítulo 14, onde o sangue dos inimigos corre a 60 centímetros de profundidade por uma distância de aproximadamente 320 quilômetros. Aqueles que não estão convencidos que Deus é Deus de ira deveriam pensar melhor. Deus não permitirá que o ímpio fique sem punição.

Versículo 16 – “E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores”. Jesus é o Rei e Ele é Senhor agora, mas Ele tem permitido a Satanás ter controle do sistema desse mundo. Não é que Ele não tenha ou não seja capaz de controlar, mas em sua infinita sabedoria Ele propôs deixar Satanás ter o controle. Tudo isso trabalhará para trazer glória ao seu nome quando Ele novamente tomar o controle. Naqueles dias não haverá outros reis nem outros senhores. Todos O reconhecerão como estando sobre todas as coisas. Quando todas as atividades da terra tiverem cessado, quando Deus apresentar os novos céus e a nova terra, Satanás será lançado no lago de fogo com todos os seus seguidores e nunca mais será capaz de enganar alguém. Jesus Cristo, o qual é unicamente o Rei dos reis e Senhor dos senhores será louvado e adorado por todo o seu povo e todas as hostes dos céus. Aqueles que tolamente seguiram Satanás terão a eternidade para sofrer em vergonha e desgraça na medida em que seus pecados são conhecidos por todos e todos concordarão que Deus os julgou justamente. Jesus Cristo é Rei dos reis e Senhor dos senhores. Amém.

Versículo 17 – “E vi um anjo que estava no sol, e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, e ajuntai-vos à ceia do grande Deus”; Esta ceia é completamente diferente da “ceia das bodas do Cordeiro”. Naquela ceia o povo de Deus regozijava-se, tinha comunhão e festejava. Na ceia mencionada neste versículo todas as aves do ar que são carnívoros ou comedores de carniça, os corvos, as aves de rapina, as águias, as corujas, os falcões, os condores, açor, urubu e etc, virão para esta grande ceia.

Versículo 18 – “Para que comais a carne dos reis, e a carne dos tribunos, e a carne dos fortes, e a carne dos cavalos e dos que sobre eles se assentam; e a carne de todos os homens, livres e servos, pequenos e grandes”. Depois da batalha do Armagedom os corpos dos ímpios serão espalhados sobre todos os campos de batalha em números incontáveis. Não haverá escapatória para reis e generais. Eles serão mortos da mesma forma que os demais.

Versículo 19 – “E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército”. Alguém pode pensar que o diabo (satanás) teria mais senso do que lutar contra tal exercito, mas devemos entender que o diabo tão altamente inteligente e sábio em alguns assuntos é cego e ignorante sobre outros assuntos. Então a batalha começa, a besta que é o general de satanás e os reis da terra, com seus exércitos, marcham contra o Senhor Jesus e suas hostes celestes. Esta será a guerra mais desigual que jamais foi lutada. Mais de 200 milhões de ímpios serão mortos, mas não haverá uma única baixa nos exércitos do Senhor. Todos em seu exército já morreram uma vez e eles vivem e não morrem mais. As espadas, balas e bombas não podem tocá-los. Então, o exército de Satanás é destruído.

Versículo 20 – “E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre”. O líder do exército do diabo e seu falso profeta têm suas carreiras levadas a um fim abrupto. Eles são jogados no lago de fogo enquanto eles ainda estão vivos. Existem aqueles que não crêem no inferno literal de fogo ardente, mas a linguagem usada aqui certamente parece ser literal; o Senhor diz que está ardendo com enxofre. Se o Senhor não quisesse dizer fogo real Ele não teria usado termos tão vívidos. Aqueles que pensam que o inferno é somente por um pouco de tempo e o sujeito está aniquilado pelo fogo, precisam olhar um pouco mais profundamente no versículo 10 do capítulo 20. Aqui nós vemos a besta e o falso profeta, que são homens reais, eles ainda estão no lago de fogo depois de 1000 anos. Isto, porém, é somente o começo. O inferno não é por uns poucos 1000 anos, o inferno é eterno.

Versículo 21 – “E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes”. Não existe nenhum destes exércitos que não sejam derrotados e destruídos. A espada usada é a palavra dAquele que senta sobre o cavalo branco, que é o Messias, o Senhor dos senhores e o Rei dos reis. Ou Ele direciona a batalha com suas Palavras, ou Ele derrota os inimigos perante Ele com as suas palavras. Ele, cujas palavras são poderosas o suficiente para trazer o mundo à existência, certamente é poderoso o suficiente para derrotar homens mortais. Agora todas as aves do ar que são chamados para a ceia começarão a encher seus corpos com a carne dos mortos. Estes não têm um sepultamento decente, mas são devorados pelas aves dos ares. Que final para aqueles que são tão tolos para seguir o grande enganador!!

 

Autor: Pr Gerald S Smith
Tradução: David A Zuhars Jr.
Fonte: www.palavraprudente.com.br