Cap 1 - MICELÂNEA

A Mãe do Tipo de Deus

Tema: A mãe aprovada por Deus é uma mulher que teme ao Senhor.

Uma boa mãe não é obra do acaso. Mãe é uma peça de um grande conjunto de virtudes que deve ter uma mulher que teme ao Senhor. Uma coisa é ser mãe, outra, bem diferente, é ser uma mãe do "tipo de Deus".

E por quê dizemos isso? Porque nenhuma mãe é apenas "mãe". Ela não tem apenas a função de "dar a luz". Antes de ser mãe ela é uma mulher, e, como toda mulher, ser mãe é uma função entre muitas outras que Deus lhe tem designado. Ao lermos a Bíblia em Provérbios 31:30 descobrimos que: "A mulher que teme ao Senhor essa será louvada", não diz, a mãe que teme ao Senhor, mas, a mulher que teme ao Senhor. Essa questão é relevante para nos instruir mais sobre o pensamento de Deus da mãe que ele espera que toda mulher seja.

I. A Mãe do tipo de Deus faz parte de um conjunto de uma mulher que teme ao Senhor: Tito 2:3-5;

A. Ela não tem apenas uma ou algumas qualidades: "ninguém será apenas uma boa mãe e será louvada por Deus"
Exemplo: Um funcionário não será bom funcionário só porque não chega atrasado; ver se ele é dedicado; ver se ele não fica brigando com os companheiros; ver se ele tem o espírito de companheirismo.

B. Ela é completa na "descrição divina":
1. Ela ama seu marido: respeita e sabe agir com submissão. Provérbios 31:11-12, "O coração do seu marido está nela confiado, e a ela nenhuma fazenda faltará. Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida."
2. Ela ama os seus filhos: "Esse amor é do tipo de Deus, e veremos com mais atenção"
3. É uma mulher "prudente": Provérbios 14:1, "Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derriba-a com as suas mãos."
a) Sabe agir com discernimento, cuidando do que é melhor para todos;
b) Ela pensa no marido, depois nos filhos, e, por fim, pensa nela;
c) O péssimo exemplo de Rebeca: Pensava apenas em um filho!
4. É uma mulher casta: Verso de Nabuco de Araújo: "A mulher não deveria esquecer nunca que o marido depositou em suas mãos a honra do seu nome e o futuro de seus filhos"
5. É uma boa dona de casa;
a) Não tem desculpa nem deixam de ser aquelas que trabalham fora;
b) Dona de casa é a expressão correta para uma mulher que sabe que tem uma casa para cuidar;
c) Nem as próprias mulheres perdoam uma companheira que age como uma bonequinha de porcelana e faz do marido um capacho;

C. Tiremos umas dessas virtudes e não encontraremos a mulher que teme ao Senhor;

II. Esse conjunto não se forma por acaso, firma-se a partir do conhecimento que uma mulher tem da vontade de Deus:

A. Que pode passar da mulher mais velha para ela que é mais nova;

B. Que vem da leitura pessoal das escrituras;

C. Muitas mulheres não tiveram o privilégio de ter uma mãe para ensinar esses princípios importantíssimos;

III. A Mãe do Tipo de Deus compreende a altura e o valor da posição que Deus lhe deu: Lucas 1:30-31; "Não temas, darás a luz a um filho"

A. Ninguém dará importância a uma coisa se primeiro não entender o seu valor: Exemplo da criança com uma nota de cem dólares;

B. Se a mãe não compreender a altura elevada de sua posição, não poderá dar o valor necessário que este ofício requer;

C. Nada pode ter tanto valor aos olhos de Deus do que uma mulher que teme ao Senhor:

IV. A compreensão de sua alta posição levou Maria, a mãe de Jesus, a "aceitar" incondicionalmente a sua tarefa: "Eis aqui a serva do Senhor" Lucas 1:38;

A. Existe muita diferença em aceitar alguma coisa e recebê-la:

B. Esta verdade pode ser evidenciada na vida de muitas mulheres:
1. Há muitas mães que tem recebido a bênção de ser mãe:
2. Isto não quer dizer que aceitam o ofício:
a) Como foi uma gravidez inesperada acabam rejeitando elevada posição;
b) Como não queriam ser mãe desprezam seus filhos;
c) Enfim, receberam mas não aceitaram;

C. Nenhuma mulher será uma boa mãe se não aceitar a honra desta tarefa maravilhosa como uma oportunidade maravilhosa de "servir a Deus"

D. Ela deve dizer ao Senhor: "Eis aqui a tua serva, seja feito em mim segundo a Tua Palavra"

E. Maria aceitou prontamente a oportunidade dada por Deus:
1. Aceitou verbalmente;
2. Aceitou espiritualmente numa oração cheia de fé: "A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus"
a) Glorificando a Deus pela bênção recebida;
b) Alegrando-se em poder desempenhar tão grande tarefa;

V. Em nossa sociedade será cada vez mais difícil que as mulheres aceitem este papel (ou bênção) tão importante que é ser mãe:

A. É tão importante, que a primeira mulher, primeiramente chamada de "varoa" ganhou um novo nome de seu marido: "Eva" ou seja, mãe da vida;

B. Os motivos que este papel será cada vez mais rejeitado:
1. Profissionalismo;
2. Por desconhecer a recompensa que esta tarefa pode trazer;

VI. Como Maria as mães devem entender claramente que não basta ser mãe é preciso ser uma "boa mãe":

A. Seu primeiro passo foi "apresentá-lo ao Senhor"
1. Consagrar, ou seja, entregá-los aos cuidados de Deus;
2. O primeiro lugar que Maria levou seu filho foi na igreja. Hoje às vezes é o último;

B. Soube segurá-lo quando era preciso retê-lo e soube soltá-lo quando chegou a hora:
1. A mãe precisa aprender de Deus a "reter" seu filho: Lucas 2:48,51; Provérbios 29:15;
a) Com isso queremos dizer que deve segurá-lo com firmeza, ou seja, guardá-lo em seu poder com bastante firmeza;
b) Uma boa mãe saberá dizer "não" com amor quando isto ainda é sua obrigação;
c) A pior coisa que uma mãe pode fazer a um filho pequeno é soltá-lo.

2. A mãe também precisa aprender a soltar seu filho na hora certa: "Segurar não é uma tarefa fácil, soltar é ainda mais difícil"
a) Creio que esta foi a hora mais difícil para Maria; João 2:4;
b) Foi mesmo levada pelo amor materno a pensar que a entrega total de sua vida para Deus era coisa de maluco; Marcos 3:20-21;
c) Precisou na sua vida de mãe "repartir" seu filho com as outras pessoas:
1) Nem todas as mães aprendem isso; Marcos 3:31-35;
2) Muitos casais acabam se separando porque as mães resolvem achar que ainda mandam nos seus filhos;
3. Há muitas mães que soltam seus filhos quando deveriam retê-los e querem segurá-los quando deveriam ser soltos;

C. Ter espírito de contentamento e isto é fundamental para moldar o caráter de uma criança: Lucas 1:39,56;
1. Uma mãe descontente pode criar um ladrão, um assassino ou um deprimido;
2. Já pensou Maria se decepcionar com a condição de vida que levava e transmitir sua decepção à suas crianças?

"Soube criar seu filho em alegria ao lado do carpinteiro de Nazaré; Lucas 4:16"

D. Soube ajudá-lo discretamente. Isto é uma arte em especial.
1. Existe muita verdade na frase: "De tanto querer ajudar acaba atrapalhando";

E. Soube sofrer pelo seu filho sem injuriar ao Senhor: João 19:25;

VII. Mas a mãe que não teme a Deus tem sido um desastre:

A. Quando lhe falta as outras peças do grande conjunto:

B. A forma com que se comporta influencia diretamente seus filhos; Ezequiel 16:44:

C. Penso na filha de Herodias; Mateus 14:8;

D. Penso no filho de Jezabel 2 Reis 9:22 E sucedeu que, vendo Jorão a Jeú, disse: Há paz, Jeú? E disse ele: Que paz, enquanto as prostituições da tua mãe Jezabel e as suas feitiçarias são tantas?

VIII. A Mãe do tipo de Deus, além de ser uma mulher exemplar será "louvada":

A. Seu filho será seu discípulo; (Ezequiel 16:44)

B. Sua código de instrução sempre será a Bíblia;

C. Que bela figura temos em Provérbios 31:23,28,31;
1. Conhece-se o seu marido nas portas, quando se assenta com os anciãos da terra. Provérbios 31:23;
2. Levantam-se seus filhos, e chamam-na bem-aventurada; como também seu marido, que a louva, dizendo: Muitas filhas agiram virtuosamente, mas tu a todas és superior. Provérbios 31:28-29;
3. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e ouvem-na nas portas as suas obras; Provérbios 31:31;

IX. Será uma "mãe" do tipo de Deus toda mulher que tiver a sabedoria de Maria:

A. Que confessou a Jesus como seu Salvador;

B. Que fez do seu lar um celeiro de "filhos" de Deus;
1. Seus irmãos eram crentes, casados com mulheres crentes; I Coríntios 9:5
2. Um de seus irmãos tornou-se um "apóstolo" (Gálatas 1:19), e este irmão, criado junto com ele confessou: "Sou escravo de Cristo" Tiago 1:1;

C. Resultado: Lucas 11:27; "E aconteceu que, dizendo ele essas coisas, uma mulher dentre a multidão, levantando a voz, lhe disse: Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste!"

 

Autor: Pr Gilberto Stefano
Digitalização: Joy Ellaina Gardner - 08 de 04
Fonte: www.palavraprudente.com.br