Cap 1 - "O Rasto de Sangue"

Acompanhando os cristãos através dos séculos... ou
A história das Igrejas Batistas, desde o tempo de Cristo, seu fundador, até os nossos dias.
INTRODUÇÃO
Por Clarence Walker

I

O Dr. J. M. Carroll, autor deste livro, nasceu no Estado de Arkansas em 8 de janeiro de 1858 e faleceu em Texas em 10 de janeiro de 1931. Seu pai foi pastor batista e se mudou para Texas quando o irmão Carroll tinha apenas 6 anos de idade. Em Texas ele se converteu, foi batizado e consagrado ao ministério. O Dr. Carroll não se tornou somente um líder entre os batistas Texanos, mas um líder influente entre os batista do Sul dos EUA. e do mundo.

Há anos passados ele veio para a nossa Igreja e nos trouxe as mensagens encontradas neste opúsculo. Quando ele assim fazia me tornei grandemente interessado nos seus estudos. Eu também tinha feito pesquisas especiais em torno da História da Igreja, bem como sobre qual seria a mais antiga Igreja e a que mais se parece com as Igrejas do Novo Testamento.

O Dr. J. W. Porter ouviu os discursos. Ficou bastante impressionado e consultou o irmão Carroll se ele escreveria as mensagens para serem publicadas num livro. Ele acedeu e as escreveu, autorizando o Dr. Porter a publicá-las, juntamente com o mapa anexo, que ilustra a historia assim vividamente.

Infelizmente o irmão Carroll faleceu antes que o livro fosse tirado do prelo, mas o Dr. Porter o colocou à venda e a edição foi prontamente vendida. Agora, pela graça de Deus, lançamos esta edição. Desejo pedir a todos que lerem e estudarem estas páginas que unam suas orações às minhas, no esforço por tornar sempre crescente o seu número de leitores:

"E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou; para que agora, pela Igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida... A esse glória na Igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações para todo o sempre. Amem. (Efés. 3:9,10, 21).

 

II

Era maravilhoso se ouvir o Dr. Carroll contar como se tornou interessado na história das diferentes denominações - principalmente na sua origem. Ele escreveu este livro depois de 70 anos de idade, todavia ele disse: " Converti-me a Deus, quando era ainda menino. Vi as diversas denominações e me interessei por saber qual delas teria sido a igreja fundada pelo Senhor Jesus".

Quando ainda jovem ele sentiu que no estudo das Escrituras e da História, acharia a igreja mais antiga e mais semelhante às igrejas descritas no Novo Testamento.

Esta pesquisa da verdade conduziu-o a muitos lugares e habilitou-o a adquirir uma das maiores bibliotecas sobre a Historia da Igreja. Esta biblioteca foi oferecida após a sua morte ao Seminário Teológico Batista do Sudoeste, em Fort Worth, Texas, Estados Unidos da América.

Dr. Carroll encontrou muita coisa sobre a História da Igreja em geral, principalmente sobre a história dos católicos e protestantes. Ele descobriu que a história dos batistas foi escrita em sangue. Os batistas suportaram o ódio do povo na "Idade de Trevas". Seus pregadores e membros foram encarcerados e um sem número deles foi morto. O mundo nunca presenciou algo que se compare à perseguição sofrida pelos batistas na Idade Média, por imposição da Hierarquia Católica. O Papa era o ditador do mundo; por causa disto os Anabatistas de antes da Reforma, chamavam-no de anticristo.

Sua história está escrita nos documentos legais e papéis avulsos daquele tempo. E é através desses testemunhos que os "RASTOS DE SANGUE" serpeiam no caminho dos séculos, como se pode notar na seguinte narração:

'' Em 1539, A. D. dois Anabatistas foram queimados além de Southwark e um pouco antes deles 5 Anabatistas holandeses foram também queimados em Smithfield" (Fuller Church History).

"No ano 1160 um grupo de Paulicianos (Batistas) entrou em Oxford . Henrique II ordenou que eles fossem publicamente marcados a fero na testa e acoitados através das ruas, com as vestes cortadas até a cintura, sendo, finalmente, enxotados para as estradas. Nas aldeias não lhes podia ser fornecido qualquer abrigo ou alimento e eles lentamente pereceram de fome e de frio" ( Moore, Earlier and Later Nonconformity, in Oxford 12).

O velho cronista Stowe, 1533 A. D., relata:

"A 25 de maio na igreja de S. Paulo em Londres foram interrogados 19 homens e seis mulheres. Catorze deles foram condenados; um homem e uma senhora foram queimados em Smithfield e os outros 12 foram enviados a outras cidades para serem ali queimados.

Froude, historiador inglês, diz desses mártires anabatistas:

De igual modo nos escritos dos inimigos tanto quanto nos de seus amigos, o Dr. Carroll descobriu a Historia Batista e os rastos sanguinolentos que eles deixaram através dos séculos.

O cardeal Hosius, católico, 1524, presidente do Concílio de Trento, escreveu:

Nos "mil e duzentos anos" que precederam à Reforma na qual Roma atormentou os batistas com a mais cruel perseguição que se possa imaginar.

Sir Isaque Newton assim se expressou: "Os batistas são o único corpo de cristãos que nunca tiveram similitudes com Roma".

Mosheim, luterano escreveu:

Enciclopédia de Edimburgo (autor Presbiteriano):

Tertuliano nasceu exatamente 50 anos depois da morte do apóstolo João.

 

III

Os batistas não crêem na sucessão apostólica. O ofício apostólico cessou com a morte dos apóstolos. Às suas Igrejas, que Cristo prometeu uma continua existência desde quando organizou a primeira delas durante o seu ministério terrestre até que ele venha outra vez, ele prometeu:

"Edificarei a minha igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mat. 16:18).

Quando ele proferiu a Grande Comissão, que foi confiada à Igreja para execução, ele prometeu:

"Estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos". Mat. 28:20.

Esta Comissão - este trabalho - não foi dado aos apóstolos como indivíduos, mas a eles e aos demais presentes na sua capacidade de membros de Igreja. Os apóstolos e demais que o ouviram pronunciá-la, cedo morreram. Mas, sua Igreja tem vivido através dos séculos, fazendo discípulos, batizando-os e ensinando-lhes a verdade - as doutrinas - que ele comissionou à Igreja de Jerusalém. E as igrejas fiéis têm sido abençoadas com a sua presença, palmilhando com Ele através dos Rastos de Sangue.

Esta história mostra como a promessa do Senhor às suas igrejas tem sido cumprida. O Dr. Carroll mostra que Igrejas tem sido encontradas em todos os séculos" que ensinam as doutrinas comissionadas por Cristo a elas. Ele chama a essas doutrinas "característicos" das Igrejas do Novo Testamento.

CARACTERÍSTICOS DAS IGREJAS DO

NOVO TESTAMENTO

  1. Seu cabeça e fundador: - Cristo. Ele é o legislador; a Igreja só executa essas leis. (Mat. 16:18, Col. 1:18).
  2. Sua única regra de fé e prática: - a Bíblia - (II Tim. 3:15-17).
  3. Seu nome: - "Igreja" ou "Igrejas". (Mat. 16:18; Apoc. 22:16).
  4. Seu governo: - Democrático - todos os membros iguais (Mat. 2:24-28, Mat. 23:5-12).
  5. Seus membros: - Somente pessoas salvas - (Efés. 2:21, 1 Ped. 2:5).
  6. Suas ordenanças: - Batismo dos crentes e depois disto a Ceia do Senhor. (Mat. 28:19-20).
  7. Seus oficiais: - Pastores e diáconos. - (I Tim. 3:1-16).
  8. Seu trabalho: - Pregar a salvação às pessoas, batizando-as (com um batismo que concorde com todas as exigências da Palavra de Deus), "ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado" . (Mat. 28:16-20).
  9. Seu plano financeiro: - Assim (dízimos e ofertas) ordenou também o Senhor aos que anunciam o Evangelho, que vivam do Evangelho" (I Cor. 9:14). |
  10. Suas armas de combate: - Espirituais e não carnais. (1I Cor. 10-4, Efés. 6:10-20) .
  11. Sua independência - Separação entre a Igreja e o Estado. (Mat. 22:21).

IV

Em qualquer cidade onde existam diferentes igrejas, todas proclamam ser a verdadeira. Dr. Carroll fez como o senhor pode fazer agora: tome os característicos ou ensinos das diferentes igrejas e verifique quais delas apresentam esses característicos ou doutrinas. As que os possuírem conforme ensinados na Palavra de Deus, serão as verdadeiras igrejas.

Dr. Carroll seguiu este método no exame das igrejas de todos os séculos. Ele encontrou muitas que se afastaram desses "caraterísticos ou doutrinas". Outras igrejas, contudo, ele encontrou que mantinham estes característicos em cada dia e em cada época assim corno disse Jesus:

"Edificarei a minha igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela". Mat. 16:18.

"Estou convosco todos os dias até à consumação dos séculos". Mat. 28-20.

 

Autor: J. M. CARROLL
Fonte: www.palavraprudente.com.br