Santificação - A identidade do verdadeiro Cristão.

?Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá ao Senhor? (Hb.12.14)

Poderíamos falar sobre a necessidade de seguir a paz com todos. E segundo as palavras de Jesus no seu sermão da montanha, ninguém pode ser um pacificador à menos que seja antes alguém humilde, (completamente vazio de si mesmo, vazio de justiça própria, que não busca os seus interesses, mas sim o interesse dos outros, humilde).

Ninguém pode promover a paz por meio de propósito egoísta.

Ninguém pode ser um pacificador à menos que antes derrame as suas lágrimas ao contemplar com profundidade da decadência moral e espiritual que ele mesmo, juntamente com todas as nações se encontra.

Ninguém pode promover a paz sem ter fome e sede de justiça Divina.

Ninguém pode promover a paz sem praticar a misericórdia. É necessário muitas vezes perdoar os que nos tem ofendido, perdoar os nossos devedores.

Ninguém pode promover a paz sem possuir um coração reto e limpo, diante dos homens e diante de Deus.

Como alguém que troca de esposa como se troca de roupa pode promover a paz, sendo que ele é um adultero  e destruidor de lar? A sociedade é um espelho do lar de cada homem.

Como que o homo-sexual pode promover a paz, sendo que ele se inflama na sua própria sensualidade, cometendo torpeza, destruindo e confundindo os padrões naturais da humanidade?

Como que um viciado pode promover a paz, sendo que ele está financiando a criminalidade?

Como que um bêbado pode promover a paz, sendo que ele está destruindo a sua própria vida e a sua família?

Como que um idólatra pode promover a paz, sendo que ele arrasta a humanidade a confiar em uma estúpida imagem de escultura feita por mãos de homens?

Como que um espírita pode promover a paz, sendo que ele está iludindo a humanidade com a mentira da reencarnação. Muitas pessoas já estão sofrendo no inferno por desviarem o seu olhar de Cristo e olharem para doutrinas de homens, ?entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração? (Ef.4.18). ?Pois aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo? (Hb.9.27).

Aquele que segue a paz é aquele que renuncia a tudo na vida, afim, de seguir a Jesus. Enquanto há vida, há esperança de tomar pela graça de Deus tal atitude. Ele, e somente Ele é a nossa paz. ?Eu vos deixo a paz, a minha paz  vos dou, não vo-la dou como o mundo a dá, não se turbe o vosso coração, nem se atemorize? (Jô.14.27). !Justificado, pela fé em Cristo, temos paz com Deus?. (Rm.5.1)

É exatamente isto que a humanidade precisa. Nunca haverá paz entre os homens, enquanto houver inimizade entre os homens e Deus.

 ?Segui a paz com todos?. Segui os passos de Jesus, e vá chamando outros à fazerem a mesma coisa. Convide a todos para a festa, para as bodas do Senhor.

Quando olhamos para a paz por este prisma, entendemos que tem tudo haver com santificação, pois ninguém poderá segui-la, sem um caráter transformado.

 ?Segui...  a santificação, sem a qual ninguém verá ao Senhor?.

A Santificação é a identidade do verdadeiro Cristão.

Santificação. É um mandamento de Deus.

Santificação. É o dever de todo Homem.

III-Santificação. É o privilegio e o alvo do Cristão.

I- Santificação. É um mandamento de Deus. (Hb.12.14).

Espera-se que aquele que nos faz uma exigência, tenha em si mesmo a qualidade exigida.

Imaginemos que um alcoólatra diga ao filho. Filho, você não pode beber! Ora, que valor terão tais palavras?

Imaginemos que um pai diga ao filho. Filho, respeite a mamãe! Mas o pai não dá exemplo. Você realmente espera que tais palavras tenha algum efeito?

Deus exige, segui a santificação sem a qual ninguém verá a minha face.

Eu não posso exigir que você seja santo, eu não sou a pessoa qualificada há fazer isto, eu não tenho as credenciais necessárias, eu sou apenas mais um entre milhares de pecadores.

É Deus quem exige, Ele é a pessoa mais que adequada há fazer isso. ?Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos exércitos, toda a terra está cheia da sua glória? (Is.6.3).

Deus é por necessidade e por essência, Santo.

O seu próprio !Ser? é a única fonte e padrão do bem, portanto, eticamente o que Ele quiser é justo e reto.

Não há padrão para Deus, Ele por si é o padrão do que é reto.

Deus não se encontra debaixo de uma lei de santidade, Ele por si mesmo é a lei de santidade. (C. D. Cole)

Deus é tão puro de olhos que não pode ver o mal. Não pode vê-lo sem aversão, repulsa, ódio e abominação.

Deus odeia o pecado com ódio santo e perfeito. 

Ninguém que carrega o fardo do pecado sobre seus ombros verá a face de Deus na glória eterna. Precisamos fazer como ?O Peregrino do livro de John Bunyan?, lançar o fardo dos nossos pecados sobre a cruz de Cristo e viver pela fé no Filho de Deus.

Você alimenta a esperança de ver a face de Deus?

Este é o mandamento e o conselho gracioso de Deus. ?Sede santos, porque eu sou santo?.   (I Pd.1.16).

II- Santificação. É o dever de todo Homem. (Hb.12.14).

Os pecadores podem ser divididos em dois grandes grupos. Aqueles que admitem o seu próprio pecado, e aqueles que não admitem. Dentre aqueles que admitem serem pecadores, podemos ver dois outros grupos. Aqueles que toma uma atitude com relação a isto, e aqueles que nada fazem a respeito. ( Mike Renihan)

O homem sensato e humilde é aquele que entende ser pecador,  que entende que está ofendendo a santidade de Deus todas as vezes que peca, ele odeia o pecado porque Deus o odeia, e ele o confessa e o abandona.

 ?Há pessoas que não querem ser salvas dos seus pecados, elas querem ser salvas com os seus pecados?.

Se as pessoas odeiam os crentes, porque há neles um risco de santidade, como tais pessoas suportariam os céus?

Se alguém não deseja agora, ser santo em todo modo de viver, por qual razão desejaria ser, no grande dia do Senhor?

O porco em qualquer circunstancia há de escolher a lama. Você pode pegar um porco e trazer para dentro de seu lar e exteriormente conserva-lo limpo, porem o seu coração ainda continua no chiqueiro.

Não existe outra salvação, senão a salvação dos pecados. A mensagem do anjo do Senhor a José foi a seguinte. ?José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo, E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados?. (Mt.1.20-21)

Se alguém não odiar o pecado e amar a santidade, de modo algum verá a face de Deus na justiça.

Na nova Jerusalém, que de Deus descerá do céu,  ?Não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão escritos no livro do Cordeiro? (Ap.21.27).

Somente aqueles que,  ?Lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro? (Ap.7.14).

Você espera ver a face de Deus?

?Segui a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor?.

III- Santificação. É o privilegio e o alvo do Cristão. (Hb.12.14)...

A teologia da prosperidade é uma fraude. Nós não somos chamados para ajuntar o nosso tesouro aqui na terra, o nosso coração não deve estar preso às coisas terrenas. Os heróis da fé de Hb.11, é dito que todos ?confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra? v.13.

Não é nossa função ordenar a Deus, como se Ele fosse o nosso servo, ao contrario é Deus quem faz as exigências e cabe a cada um de nós cumpri-la.

 ?Somos ordenados a buscar primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas as demais coisas, tais como. Saúde, emprego, vestimenta, alimentação, meio de transporte... é Deus que pela sua graça à de acrescenta-las? (Mt.6.19-34).

O Apostolo Paulo diz que.

 ?Homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuida que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.

Mas é grande ganho a piedade com o contentamento.

Porque nada trouxemos para este mudo, e manifesto é que nada podemos levar dele.

Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrimos, estejamos com isso contentes...". (ITm.6.5-10)

Irmãos, olhando para estas coisas podemos concluir que, a obediência , a confiança , a humildade e a gratidão, são armas poderosas no caminho da santificação.

 ?... santificação, sem a qual ninguém verá ao Senhor?.

O Apostolo Paulo diz que fomos ?eleitos em Cristo antes da fundação do mundo, para que fossemos santos? (Ef.1.4).

Este é o alvo de Deus na salvação do pecador, e quando ela for consumada no céu, seremos semelhantes ao filho de Deus na sua integridade moral. E reinaremos com Cristo, eternamente.

Se este é o prêmio, devemos fazer como o Apostolo Paulo. ?Esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo premio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus? (Fl.3.13-14).

Você precisa está alistado nessa maratona, para que possa alcançar o grande prêmio!

Deixe os caminhos da carne. Corra no caminho da santidade e verá a face de Deus.

?Se é que tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus;

Que quanto o trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano;

E vos renoveis no espírito da vossa mente;

E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade? (Ef.4.21-24).

Conclusão.

Santidade é um mandamento de Deus, é o dever de todo homem, e é o privilegio e o alvo do cristão.

Este é o homem e a mulher de Deus, os quais refletem a santidade de Deus em suas próprias vidas.

O filho de Deus é aquele anela por uma libertação total do pecado que nele habita.

Ele clama com lágrimas nos olhos ?Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Ele dá graças a Deus por Jesus Cristo? (Rm.6.22-23).

O filho de Deus, enquanto corre para o alvo, vai deixando para trás, a cada dia, os seus pecados, a fim de correr com mais liberdade. Até adentrar o céu.

A Palavra de Deus que é Cristo, aplicada ao nosso coração pelo Espírito Santo, continua sendo uma fonte preciosa de santificação. (Jô.17.17).

É dessa fonte que precisamos beber água. Cristo garante que ?aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna? (Jô.4.14).

Se eu faço parte do reino de Deus e estou indo para o céu, logo eu mostrarei essa verdade por meio de minha própria vida transformada, pela minha gratidão e devoção ao Deus que está no fim da estrada de braços abertos, afim, de me receber para a glória eterna.

É à vontade de Deus e o nosso dever, santificarmos os nossos pensamentos, propósitos e ações. Santificar o estudo; o trabalho; as vestimentas; as brincadeiras; as diversões; o entretenimento; o namoro; a vida social, a vida familiar; o sexo; Enfim, ?Quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus?. (ICo.10.31)  

 ?O Salvador Jesus Cristo, se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras?. (Tt.2.14)

Você se identifica com esse povo pelo qual Cristo morreu?

A santificação é a identidade do verdadeiro cristão.

( Hb.12.12-14)... Amém.

27 de agosto de 2006.

 

Autor: Irmão Jonas S Macedo
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br