Cap 9 - Um Guia de Estudo para o Livro de Gênesis

Gênesis 4:1-15

Introdução

Neste capítulo, nós continuamos a ver que Gênesis é sem dúvida nenhuma o livro dos inícios. Aqui nós temos o primeiro nascimento, adoração, assassinato, morte, mártir, cidade, bigamista, fundição, poesia e outras coisas mais. Este capítulo também revela como o pecado se espalhou na primeira família e então na sociedade. Verdadeiramente a depravação bem cedo floresceu e se espalhou.

I. Os Dois Filhos - versículos 1-2.

Aqui nós temos o relato inspirado do nascimento das primeiras crianças no mundo. O primeiro recebeu o nome de Caim, que significa "adquirido" ou "obtido". Alguns acreditam que Eva pensou que ele seria o Messias prometido em Gênesis 3:15. Entretanto, parece que ela cedo aprendeu o triste fato de que este mundo é um lugar de tristeza e vazio. O segundo filho se chamou Abel, que quer dizer "vaidade" ou "vapor." Eva deve ter se tornado cada vez mais consciente da destruição que o pecado produziu. Entretanto, o nome de Caim parece mostrar que ela acreditava nas promessas de Deus.

II. As Duas Ofertas - versículos 3-5

Não fica claro que Adão ensinou a seus filhos o tempo, e a maneira correta de adorar a Deus? Estas ofertas provavelmente foram levadas ao local onde os querubins estavam [Gênesis 2:24]. Este parece ser o lugar aonde Deus se encontrava com eles [considere vers. 16]. É triste vermos que somente um dos sacrifícios pode ser aceito por Deus. De maneira tangível, Deus mostrou sua aceitação da oferta de Abel [Hebreus 11:4]. Relembrando várias passagens do Velho Testamento, é muito provável que esta oferta tenha sido de forma sobrenatural consumida pelo fogo. Vejamos como estas ofertas eram diferentes:

A. A oferta de Caim foi rejeitada porque ele mesmo não era justo diante de Deus. A Bíblia toda ensina que nada do que nós oferecemos a Deus é aceito se não estivermos corretos diante dEle [vers.5, Hebreus 11:6; Isaías 1:10-15].

B. A oferta de Caim era uma oferta de "Ação de Graças", e denunciava um espírito de orgulho e justiça própria. Porém Abel ao trazer um cordeiro, estava confessando sua necessidade de uma "oferta pelo pecado". A sua oferta apontava para Cristo como sendo o Cordeiro de Deus que morreu pelos pecadores. Isto demonstrou sua fé no Salvador que viria [Hebreus 11:4]. A diferença entre Caim e Abel pode ser vista em todas as épocas. Os Publicanos e Fariseus nos dão um retrato disto no Novo Testamento [Lucas 18:9-14]. O "caminho de Caim" [Judas 11] é o caminho da salvação através das obras e da religião.

III. Caim é Avisado - vers. 6-7.

Nada irrita mais um homem do que ser repreendido pela sua atitude orgulhosa. Deus alertou a Caim, porém, ele não deu ouvido. Eva foi induzida a pecar e agora Caim não podia o resistir. As palavras de Deus no versículo 7 têm dado origem à muitos debates. Isto se deve ao fato da palavra "pecado" ser utilizada em algumas passagens do Velho Testamento para se referir a "oferta pelo pecado". Este versículo é interpretado de duas maneiras:

A. "Se você se arrepender, você será aceito. Se você se recusar a arrepender-se, o pecado como uma besta feroz, estará a espreita para ataca-lo. O pecado irá conquista-lo e domina-lo, se você não crucificar a carne e ter domínio sobre ela." Se esta for a interpretação correta, então ela é ilustrada na vida de Caim. Ele tornou-se um escravo do pecado. O ódio o dominou e o levou a ser um assassino. O pecado arruinou sua vida.

B. "Se você tivesse feito certo, Eu teria aceitado você. Agora mesmo há uma oferta pelo pecado que você pode usar para fazer expiação pelos seus pecados. Arrependa-se e você manterá o seu lugar como primogênito e cabeça da família." Perceba que na segunda interpretação o domínio que Caim exerceria seria sobre Abel e não sobre pecado. Apesar de as duas interpretações estarem de acordo com a doutrina bíblica, eu sou mais inclinado a aceitar a primeira. Entretanto, os mais conceituados estudantes da Bíblia não chegam a um veredicto comum.

IV. O Primeiro Homicídio vers. 8.

O primeiro homem á morrer sobre a terra foi um filho de Deus, que foi assassinado. Na verdade o ódio de Satanás pelos filhos de Deus é antigo [Gênesis 3:15; Gálatas 4:29]. Caim matou Abel porque ele era justo e conhecia o evangelho [I João 3:11-13]. O que nos traz conforto é saber que o primeiro homem ao morrer, foi para o céu.

V. Caim é Julgado - versículos 9-10.

O Senhor questionou Caim para que ele tivesse oportunidade de se arrepender do seu pecado. Infelizmente o assassino então mentiu. Quando nós seguimos o diabo, agimos da mesma forma que ele [João 8:44]. Um pecado leva ao outro. Com que freqüência o mundo responde como Caim "sou eu guardador do meu irmão?" Eles nem parecem calcular que a resposta seria sim [Mateus 22:39]. Deus disse que a voz do sangue de Abel clamava desde a terra. É o clamor de vingança, como também clamam o sangue de todos os mártires e vitimas inocentes da ira dos homens. Damos graças à Deus que o sangue de Cristo fala de coisas melhores[Hebreus 12:24].

VI. Caim é Punido - versículos 11-14.

A punição de Caim era em dois aspectos:

A. A terra de maneira nenhuma iria produzir um grão sequer para ele. Este castigo era pelo pecado de derramar o sangue do homem como se fosse uma coisa comum. Lembre-se que pela oferta de Caim nós podemos concluir que ele era um lavrador.

B. Ele seria um errante sobre a terra. Isto era para indicar que ele estaria fugindo de Deus [vers.14]. Este castigo parece ter causado muita tristeza em Caim [vers.13]. É triste notar que ele estava pesaroso por causa do castigo e não pela culpa de seu pecado.

VII. A Restrição de Deus - vers. 15.

A consciência de Caim lhe dizia que um assassino merece a morte. Seus temores parecem indicar que ele sentia que os homens automaticamente saberiam disso e procurariam a mata-lo. Por alguma razão Deus não permitiria que Caim fosse executado. O governo civil somente pode tirar a vida porque Deus o permitiu [Romanos 13:1-5]. A pena de morte somente foi instituída após o dilúvio [Gênesis 9:5-6]. Até então execução da vingança eram uma prerrogativa de Deus. (As palavras do versículo 15 não nos ensinam que o homem que se vinga sem autoridade é pior do que aquele que cometeu o erro? Aqueles que de forma errada se vingam, estão usurpando o trono de Deus [Romanos 12:19]).

 

Autor: Pastor Ron Crisp
Tradução: Pastor Eduardo Alves Cadete 2001
Revisão : Joy Ellaina Gardner 2001
Verificação: Pastor Calvin Gardner 2002
Fonte: www.palavraprudente.com.br