Cap 23 - Perguntas e Respostas Referente ao Livro de Gênesis

PERGUNTA 23

23. Como pode Jacó ter lutado com deus, se Deus estava com ele? Gênesis 32.24

Deus estava com ele porem seu objetivo final nesta lutar era ser abençoado, veja abaixo uma exposição sobre a oração.

VI. Lutando em Oração - versículos 21-28.

Vemos aqui um fato extraordinário que provoca uma virada na História Bíblica. Nós freqüentemente destacamos esta passagem como uma das cenas mais sagradas das Escrituras. Aprenda aqui os segredos da oração persistente:

A. Oração - uma luta com Deus.

Na noite anterior ao encontro com Esaú, Jacó procurou um lugar solitário para orar. Enquanto lutava em oração, ele repentinamente se viu engajado em uma luta corporal. Seu oponente era um anjo [Oséias 12:3-4]. Ele não era um anjo comum, mas Deus em pessoa, que se manifestou várias vezes no Velho Testamento como o "Anjo do Senhor".

Parece estranho que na oração Deus muitas vezes age como um inimigo. A oração se transforma em uma luta, como se Deus devesse ser convencido ou persuadido a ficar nos ouvindo. Deus age assim, para testar a importância de nossos pedidos, nossa persistência e nossa fé nas promessas de Deus [Mateus 15:21-28; Lucas 18:1-7]. O tempo que dedicamos buscando a Deus, é também um tempo de crescimento para nós.

B. Oração- Humilhar-se Perante Deus.

Enquanto lutava, Jacó se recusou a perder ou mesmo desistir. Nós sabemos que isto não era uma limitação do poder de Deus, mas Ele estava testando o coração de Jacó. Em determinado momento o anjo lhe tocou a juntura da coxa, delibitando-o e fazendo com que ele só pudesse agarrar no Anjo. Enquanto buscamos o poder de Deus para nossa vida através da oração, somos lembrados de que não possuímos nenhum poder em nós mesmos. Como Jacó, aprendemos que a nossa única fonte de poder está em nos apoiarmos em Deus. É muito duro para nós aprendermos enquanto estamos inteiros [II Coríntios 12:9-10].

C. A Oração Produz Confissão.

Quanto mais nos aproximamos de Deus, melhor enxergamos nossas próprias fraquezas. Antes do nome de Jacó ser mudado para Israel, ele tinha que admitir que Jacó era o nome dele. Devemos lembrar que o nome "Jacó" significava "usurpador, trapaceiro, maquinador". Uma oração verdadeiramente honesta produz um auto-exame verdadeiro.

D. A Oração Perseverante Prevalece.

Jacó não podia ser desviado do desejo de ser abençoado por Deus [versículo 26]. Que coisa maravilhosa o fato do homem mortal poder prevalecer contra Deus! Que poder tem a oração! Como Deus é gracioso em permitir e nos tratar desta maneira.

O nome de Jacó foi mudado para Israel. Seu pedido por segurança foi atendido. Ele não somente sobreviveu como veio a ser um ancestral do Messias. Nós temos orações que não foram atendidas ainda? Nós necessitamos de mudanças em nossa vida e em nosso caráter? Há pessoas em nossa família que necessitam de Cristo? Vamos aprender com Jacó como devemos orar. Talvez se despendêssemos mais noites em oração, gastaríamos menos dias nos preocupando de nossos planos bem esquematizados.

VII. Outros Pedidos ! versículos 29-30.

Jacó procede e pergunta o nome do anjo. No jeito hebreu de pensar, nome significa a identidade completa de uma pessoa. Em essência, Jacó estava pedindo uma manifestação mais clara de Deus. Isso foi uma maravilhosa oração. Os santos do Velho Testamento não tiveram uma revelação tão completa. De Cristo quanto temos hoje. Mesmo hoje devemos desejar do ver mais da glória de Deus.

VIII. Uma Relembrança ! versículos 31-32

Jacó deixou o lugar de oração mancando. Sem dúvida isso relembrou ele de sua necessidade de se apoiar no Senhor. Talvez fosse seu "espinho na carne".

A nação de Israel lembrou-se desse evento não comendo o nervo encolhido da juntura da coxa. Mesmo isto sendo uma tradição feita pelos homens, ela é uma ilustração da importância desse evento.

"Do Senhor vem à salvação", Jonas 2:9.

A Bíblia diz que o indivíduo não-regenerado é escravo de Satanás e é incapaz de fazer qualquer coisa para se libertar (Efésios 2:2). Você já conseguiu virar suas costas para o mundo e para os caminhos do pecado? Todos seus amigos mais íntimos são cristãos? Se você já nasceu de novo, seus amigos incrédulos provavelmente se afastarão. A salvação genuína repele as amizades réprobas.

Bibliografia:
Bíblia Sagrada. João Ferreira de Almeida. São Paulo, São Paulo, Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, 1994.

 

Autores:
Sérgio Francisco da Silva
Igreja Batista Filadélfia em Vila Iolanda
Pr. Calvin Gardner
Missionário do Templo Batista de Wooster, Wooster, OH, EUA
Revisão Diácono Arceu da Silva 04/03
Fonte: www.palavraprudente.com.br